Momo | Conheça a Personagem que Anda Aterrorizando Pais e Mães pelo Mundo

5
5,0 rating
5 de 5 estrelas baseada em 1 classificação

Já ouviu falar na lenda urbana intitulada “Momo”? Pois é, essa figura, que, na verdade, é chamada Ubume, se transformou em “febre” entre adolescentes e jovens na internet.

A assustadora imagem de uma mulher de cabelos pretos longos e olhos saltados para fora causa medo em qualquer um. Porém, a nova “moda” é ter coragem para conversar com o “fantasma” por meio do aplicativo WhatsApp. O problema é que isso pode acabar com o roubo de informações pessoais localizadas no smartphone do usuário.

A figura da “Momo” que vem circulando nas redes sociais, diz respeito à um escultura da Ubume criada pelo artista japonês Keisuke Aisawa, especializado em efeitos especiais, e que a produziu especialmente para a exposição Ghost, exibida em 2016 pelo museu Vanilla Gallery, que fica no bairro de Ginza, em Tóquio, no Japão.

Fenômeno Viral

Essa personagem estranha viralizou na internet logo após ser compartilhada por importantes blogueiros, youtubers e digital influencers do mundo inteiro.
Agora, os jovens estão adicionando o número de telefone da “Momo” [(313) 3**-2035], que, apesar de estar ligado a uma lenda urbana japonesa, fica localizado no estado de Michigan, nos Estados Unidos. O desafio, segundo os internautas, é manter uma comunicação com o “espírito” por meio do aplicativo de mensagens WhatsApp. Uma vez contactada, “Momo” pode responder com ameaças violentas e até demonstrar que tem acesso às informações pessoais do usuário.

Justamente a inclusão de um contato desconhecido e a troca de mensagens no app podem representar um risco em potenciável para o dono do telefone celular. “São técnicas que chamamos de engenharia social, em que se tenta enganar o usuário, neste caso, aproveitando a curiosidade de saber o que acontece se você adicionar esse número”, diz Camilo Gutiérrez, da empresa de segurança digital ESET, em entrevista para a Agência Sputnik. Ele completa, dizendo que essa ação acaba levando à entrega de dados pessoais, mesmo sem perceber.

momo 2

Para evitar ser vítima desse tipo de armadilha, o especialista recomenda manter as contas nas redes sociais fechadas para o público em geral; ter apenas conhecidos na lista de contatos ou amigos; e compartilhar o mínimo possível de informações pessoais em conversas com estranhos.

Esta imagem rapidamente se espalhou como um incêndio pela internet . Muitos memes foram criados, ouros usaram para assustar. Mas a maioria não faz ideia de qual seria a sua verdadeira origem. Tudo começou no facebook. Alguém assustado pedindo ajuda postou o seguinte número : +81 3-4510-2539. Analisando o número, notamos que o prefixo +81 é o código nacional do Japão, ou seja, o usuário é japonês. Ao adicionarmos este numero, podemos entrar em contato com uma criatura chamada de MOMO. É um ser medonho com uma face capaz de fazer qualquer um perder o sono.

Será a Momo Apenas uma Brincadeira?

Não sabemos se é uma corrente do mal ou algum tipo de brincadeira, mas existem vários relatos a respeito do número que estaria passando trote para celulares do contato Sul-americano deixando muita gente incomodada.
Na mensagem, escrita na língua japonesa aparece o texto “As pessoas me chamam de L”, o motivo não sabemos. Há alguns relatos no Twitter que alegam que a pessoa por trás do número que se identifica como “Momo”, consegue se comunicar em diversos idiomas, o que torna o caso ainda mais perturbador, ainda mais vindo do Japão.

Dizem que quem recebe a ligação desta criatura via whatsapp está automaticamente amaldiçoado. Ou seja, se recebeu a ligação, já pode encomendar o caixão e se preparar para partir desta pra melhor, ou pra pior.

Há relatos de pessoas que afirmam que entrar em contato ou responder as mensagens do MOMO pode ser perigoso. Há relatos de ameaças e insultos. Há rumores de que o MOMO faz ameaças de ataques cibernéticos dizendo que iria expor todas as informações pessoais da vítima , inclusive os Nudes para todos. É como se a criatura fosse onisciente, sabendo falar várias línguas, sabendo de tudo sobre a vida das vítimas e de tudo o que ocorre no Mundo.

Pra piorar a situação, a criatura tem enviado vídeos para suas vítimas falando algumas coisas em um idioma desconhecido, mostrando que não é apenas uma fotomontagem, mas sim uma criatura real.

Realmente, se tudo isso for verídico, é um dos casos mais sinistros do paranormal. O caso tem repercutido no mundo todo e até o momento, permanece sem explicação. Por via das dúvidas, reze para não receber a ligação desta coisa, pois poderá ser a última ligação que você receberá na vida. Como diz a palavra: Essa já era, pois o Mundo jaz do maligno.

Será que a Momo voltou?

Imagens aleatórias da Momo estão aparecendo em vídeos infantis populares na internet. A personagem interrompe a exibição com mensagens assutadoras como o que uma criança deve fazer para se suicidar. A informação foi publicada na sexta-feira (15) na revista Crescer.

A personagem, criada a partir de uma escultura de um artista plástico japonês, tem olhos esbugalhados, pele pálida e sorriso sinistro e ficou conhecida depois que um vídeo chamado “Desafio Momo” viralizou na internet no ano passado.

Esse desafio envolvia roubo de informações pessoais, incitação ao suicídio e extorsão.

A reportagem da revista Crescer relata o caso de um vídeo popular na internet de uma criança brincando de slime que é interrompido, após poucos segundos do início da sua exibição, com imagens da Momo ensinando o passo a passo de como cortar os pulsos, literalmente, em inglês.

momo video

Os pais entrevistados na matéria afirmam ter recebido o vídeo por meio de um grupo do WhastApp. Ao conversarem com a filha de 8 anos sobre o assunto, descobriram que ela já havia assistido à cena cerca de três vezes e estava muito assustada, inclusive com medo de dormir sozinha.

Eles afirmaram à reportagem que haviam colocado filtro no YouTube, restringindo o acesso da filha ao conteúdo do YouTube Kids. 

A Crescer publicou uma carta do YouTube, que se manifestou sobre o assunto:

“Muitos de vocês compartilharam suas preocupações conosco nos últimos dias sobre o Desafio Momo — prestamos muita atenção nisso.

Depois de muita análise, não vimos nenhuma evidência recente de vídeos promovendo o Desafio Momo no YouTube. Vídeos incentivando desafios prejudiciais e perigosos são claramente contra nossas políticas, incluindo o desafio Momo. Apesar dos relatos da imprensa sobre esse desafio, não tivemos links recentes sinalizados ou compartilhados conosco do YouTube que violem nossas Diretrizes da comunidade.

É importante notar que permitimos que os criadores discutam, denunciem ou instruam as pessoas sobre o desafio / personagem Momo no YouTube. Vimos capturas de tela de vídeos e / ou miniaturas com eles […] Essa imagem não é permitida na aplicação YouTube Kids e disponibilizamos garantias para a excluir do conteúdo no YouTube Kids.”

Desafio Momo alerta sobre a importância do diálogo com os filhos

Com aparência assustadora, a boneca Momo tem deixado pais e educadores em alerta, já que ela tem feito vítimas por meio de aplicativos de mensagens.

A preocupação aumentou depois que Arthur Luis Barros Santos, de 9 anos, foi encontrado morto em sua casa em Recife (PE). A suspeita é que a criança possa ter tentado cumprir um desafio proposto pela Momo, já que havia feito comentários com a mãe sobre a boneca.

A boneca que é uma escultura chamada “Mulher Pássaro” está em um museu do Japão e começou a ser usada por golpistas e pessoas mal-intencionadas.

As escolas brasileiras alertam para que pais e responsáveis fiquem próximos dos filhos e atentos para essa armadilha virtual. A coordenadora pedagógica Patrícia Chelopti revela que além de orientar sobre o uso adequado do aplicativo, a escola orienta a família a manter o diálogo aberto: “Na nossa época o perigo estava na rua, agora a rua está lá no quarto, está na sala, no celular das crianças”, alerta.

Licença de Uso
O conteúdo do site está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição 4.0 Internacional. Você pode copiar o conteúdo desde que cite o autor e o link da matéria. Com exceção a seção de Histórias de Terror, que possui direitos autorais reservados. Importante: Os textos aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e podem não expressar a opinião do Mundo Sombrio.

Fechar Menu

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Top Vídeo Facebook

Confira o vídeo mais acessado do nosso facebook