Museu de Cera [História de Terror]

O museu de cera não é um dos lugares prediletos das pessoas, pois a maioria se incomoda com os sorrisos estéticos e os olhares assustadores dos bonecos, além também, de ser um lugar um pouco sombrio.

Estava parado e próximo a alguns bonecos. Tudo monótono e eu acreditando que ninguém entraria nesse dia. Até que o barulho de algo cortou o silêncio sinistro do ambiente. Vi uma mulher vindo rapidamente em direção a mim. Parecia assustada e tentando encontrar ajuda.

A mulher, aparentava estar bastante cansada, caiu quase que nos meus pés e ficou observando em todas as direções para ver se encontraria amparo. Logo em seguida, apareceu um homem que começou a sufocar a mulher com um mata-leão. No momento em que ela finalmente se entregou ao golpe violento, ficou desacordada.

Como eu já disse, o museu de cera não é um dos lugares prediletos do público. Na situação em que me encontrava, não poderia fazer nada além de observar. O agressor olhou em todas as partes e não notou a minha presença. Colocou o pé no pescoço da mulher e, com um gesto forte, quebrou-o. Logo em seguida, desapareceu deixando a sua vítima caída ali.

Após algumas horas, uma família apareceu e encontrou o corpo jogado ao chão. Eles aproximaram-se e perceberam que ela não estava respirando, então ligaram para a emergência. Não demorou muito para a polícia chegar e começar a vasculhar o museu todo, porém, não encontram nada além de bonecos de cera. Alguns peritos chegaram à cena do crime e não fizeram nada além de coletar evidências.

O tempo foi passando, a noite chegou e o silêncio mórbido tomou conta do lugar novamente depois de tanto movimento após o assassinato daquela mulher.

Mas a verdade é certa. A maioria das pessoas presentes naquele momento, esteve incomodada com as réplicas de cera, com seus sorrisos plastificados e os seus olhares vibrantes. Ninguém queria, além da imagem de um corpo com o pescoço quebrado no chão do museu, ficar com a cena dos bonecos em suas mentes. Então, apenas trataram de ignorá-los, inclusive a mim que estava diante das pessoas.

Ninguém nem notou que a única coisa que eu conseguia mexer no momento, eram meus olhos…

museu de cera história de terror mundo sombrio
História de Terror: Museu de Cera

História de Terror escrita por Sombrio. Corrigida e adaptada por Mundo Sombrio

O que você achou da História de Terror ‘Museu de Cera’? Deixe sua opinião aí nos comentários. Abraços Sombrios!

Compartilhe nas Redes
Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no tumblr

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Login

Faça o Login para ter acesso à muitas novidades no nosso site!

[ihc-login-form]

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência no nosso site. Se estiver de acordo clique em ACEITAR, mas se estiver em dúvida, leia nossa Política de Privacidade.​

Pesquisa