Os Sons [História de Terror]

4
4,0 rating
4 de 5 estrelas baseada em 1 classificação

‘Os Sons’ é uma verdadeira história de fantasma sobre uma casa mal-assombrada em Mobile, Alabama, chamada A Mansão Madison. Esse conto de terror fala de três homens que tentaram passar a noite nesse lugar e ouviram barulhos aterrorizantes. Logo depois, viram algo que os arrepiou até os ossos. Uma versão desta história apareceu no livro, Histórias Assustadoras para Contar no Escuro.

Há muito tempo atrás, havia uma casa que ficava na baía perto de Mobile, Alabama. Era conhecida como A Mansão Madison e estava vazia e fechada há anos. A maioria das pessoas na área ficava bem longe daquele lugar, pois viviam assustadas com sua reputação incomum. Qualquer um que passasse, não podia deixar de imaginar o mal que havia acontecido ali. Invasores que se atreviam a entrar na velha casa, geralmente fugiam durante a noite, contando histórias tão terríveis que que eram quase que inacreditáveis.

Certa noite, três pescadores foram capturados por uma tempestade que se movia rapidamente, porém eles conseguiram voltar para a costa a tempo de não naufragarem. Encharcados pela chuva, eles avistaram a mansão e decidiram se abrigar no velho e precário lugar. Uma vez lá dentro, fizeram fogo na lareira para se manterem aquecidos e poder jantar. Então, os três homens puxaram os casacos de oleado firmemente ao redor deles e se deitaram no chão para tentar dormir um pouco.

No entanto, assim que cochilaram, eles foram atormentados por terríveis pesadelos de traições e assassinatos. Deitados acordados, os homens ouviram o som inconfundível de passos vindos do andar de cima. Soava como mais de uma pessoa, marchando de um lado para o outro.

De repente, ouviram uma mulher gritar. O grito se transformou em um gemido e, do nada, sumiu. A casa finalmente ficou quieta de novo. Porém, um dos homens sentiu algo respingar contra sua testa. Algo pingava do teto e formava uma pequena poça vermelha no chão. Para seu horror, os pescadores perceberam que era sangue.

De repente, uma porta no andar de cima se abriu e o chão tremeu com o som de passos pesados. Parecia que uma mulher estava sendo perseguida por um homem. Os pescadores assustados ouviram vozes desencarnadas na escuridão. Um homem gritou de raiva. Uma mulher gritou de dor. Eles ouviram objetos sendo arremessados ​​aqui e ali com muita força. Longas gargalhadas horríveis encheram a casa. Isso tudo continuou por bastante tempo. Os pescadores já estavam pensando ficando loucos. Então, houve silêncio.

Os pescadores se amontoaram e ficaram à espreita. Depois de alguns minutos, eles ouviram algo descendo as escadas. Parecia alguém arrastando algo pesado que batia em cada degrau podre. Os ruídos de raspagem e batidas vieram pelo corredor da frente e a porta da frente se abriu. Soou como se algo fosse lançado lá fora, aterrissando com um baque entre as ervas daninhas. Então a porta se fechou e novamente, houve silêncio.

Um trovão ressoou como se o mundo acabasse lá fora e a casa tremeu como se estivesse prestes a entrar em colapso. A chuva batia contra as paredes flácidas. Os pescadores apavorados não aguentaram mais ficar no local e decidiram fugir. Assim que chegaram à porta, um flash de relâmpago encheu todos os cômodos da casa com uma chama verde e um dos homens viu um rosto medonho olhando para eles da escada. Era tão horrível que parecia que vinha do próprio inferno. Um estrondo de trovão ensurdeceu os homens aterrorizados e eles correram para a tempestade, para nunca mais voltar.

Ninguém sabia ao certo quais coisas terríveis tinham sido feitas naquela casa. A mansão foi construída logo após a Revolução Americana por um homem inglês chamado Madison, que era um rico recluso. Ele morava lá com sua filha, que se dizia ser mentalmente doente. Ninguém nunca a viu e os criados ficavam bem longe dela. Os donos nunca tiveram visitas e nunca saíram da casa.

Um dia, sem uma palavra de aviso, Madison de repente partiu para a Inglaterra e escreveu para seus servos, instruindo-os a vender a casa. A filha nunca foi encontrada. Ela simplesmente desapareceu. Depois disso, a casa mudou de mãos muitas vezes, mas ninguém conseguia ficar lá por muito tempo.

os sons história de terror
História de Terror: Os Sons

Licença de Uso
O conteúdo do site está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição 4.0 Internacional. Você pode copiar o conteúdo desde que cite o autor e o link da matéria. Com exceção a seção de Histórias de Terror, que possui direitos autorais reservados.

Importante: Os textos aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e podem não expressar a opinião do Mundo Sombrio.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no tumblr

Escolhidos Para Você

Deixe seu Comentário

Fechar Menu

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Pesquisa