Mulher encontra verme vivo nas suas amígdalas após sofrer com dor de garganta

Uma lombriga viva de quase 4cm de comprimento morava nas amígdalas da mulher após ela comer uma refeição de sashimi.
Mulher encontra verme vivo nas suas amígdalas após sofrer com dor de garganta mundo sombrio

Uma mulher de 25 anos com dor de garganta ficou chocada ao descobrir que o culpado por aquele incômodo era na verdade um verme vivo e contorcendo-se em suas amígdalas.

A mulher em Tóquio, Japão, tinha ido ao hospital reclamando de uma sensação desagradável durante cinco dias na parte de trás de sua garganta. Quando os médicos deram uma olhada, encontraram uma lombriga de 4cm de comprimento viva e movendo-se em sua amígdala esquerda.

De acordo com uma revista médica, a criaturinha provavelmente se estabeleceu morada na amígdala da paciente através de pratos de peixe cru que ela comia.

O verme vivia na amígdala esquerda da mulher (Imagem: Getty Images/iStockphoto)

A espécie arrancada de sua garganta era uma lombriga nematoide, de acordo com o estudo de caso no The American Medical Journal of Tropical Hygiene and Medicine.

O jornal disse que a paciente sofreu cerca de cinco dias de irritação e dor no lado esquerdo de sua garganta depois de comer sashimis variados, uma iguaria tradicional japonesa de peixe cru.

O verme era uma larva de quarto estágio, com um corpo de cor preta de 38 mm (quase 4cm) de comprimento e 1 mm de largura.

Ela estava aninhada em sua amígdala esquerda, ainda se movendo, e no meio de derreter sua cutícula externa quando os médicos a descobriram. Nas imagens, a cutícula transparente pode ser vista saindo do corpo do verme.

A paciente sofreu com dor de garganta por cinco dias antes do verme ser descoberto (Imagem: Getty Images/iStockphoto)

O diário disse que os sintomas da mulher melhoraram rapidamente depois que os médicos removeram o verme usando pinças.

A lombriga no caso dela foi descrita como um tipo pseudoterranova azarasi.

O verme pode desencadear infecções desagradáveis no estômago dos pacientes, geralmente depois que os hospedeiros consomem larvas de terceiro estágio em peixes marinhos crus ou mal cozidos.

Mais de 700 casos já foram relatados no Japão, países do Pacífico Norte, América do Sul e Holanda, disse o jornal.

A infecção com o verme é conhecida por causar “síndrome da garganta formigando” e tosse, acrescentou.

A nota do caso alertou que os médicos em todo o mundo devem estar em alerta para esses vermes.

O consumo de peixes crus, incluindo sushi e sashimi, tornou-se mais popular e o número de casos notificados está aumentando em todo o mundo, observaram os autores.

COMPARTILHE ESSE POST

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no tumblr

DEIXE UM COMENTÁRIO

Posts Recentes

error: Alert: Esse conteúdo está protegido!