Conheça algumas Idosas assassinas que eram realmente brutais

por Mundo Sombrio
268 visualizações
Continua após a publicidade..

Uma velhinha doce pode não ser a primeira ideia a vir a mente quando você pensa em um assassino. Para muitos, espera-se que as mulheres idosas sejam avós gentis que fazem biscoitos e dão presentes. Mas nesta galeria vamos mostrar que mesmo senhoras de idade podem cometer o mais horrível dos crimes. E todas elas tiveram diferentes razões para fazer isso, seja por dinheiro, vingança ou até mesmo em resposta a supostas mensagens de Deus. Seja qual for o motivo, em alguns casos essas senhoras assassinas cometeram crimes tão violentos que os tribunais impuseram penas de prisão perpétua, apesar de sua idade avançada.

Leonarda Cianciulli

Aa1jrbjk • mundo sombrio

Foi a profecia de uma cartomante que provocou a matança desta mulher italiana. Cianciulli havia sido informada de que seus filhos estavam todos fadados a morrer jovens e uma tragédia certamente se abateu sobre sua família. Grávida 17 vezes, ela perdeu 13 de seus filhos, incluindo três em decorrência de aborto espontâneo. Cianciulli aparentemente passou a acreditar que precisava proteger a vida de seus filhos sobreviventes através da magia.

Leia mais sobre Leonarda Cianciulli, a Saboneteira de Corregio

Entre 1939 e 1940, Cianciulli matou três mulheres. Ela então transformou seus corpos em sabonetes e bolos de chá, que oferecia aos amigos. Cianciulli acabou presa e confessou os assassinatos. Apelidada de “A Saboneteira de Correggio”, ela foi condenada a 30 anos de prisão e três anos em um hospício, onde morreu em 1970. 

Nancy Crampton-Brophy

How to murder husband sentenced 99 • mundo sombrio

A escritora foi acusada de atirar no marido em 2 de junho de 2018, no local de trabalho dele no Oregon Culinary Institute.

Assustadoramente, ela havia escrito um ensaio em 2011, intitulado ‘Como Assassinar Seu Marido’ (‘How to Murder Your Husband’). Em 25 de maio de 2022, Crampton-Brophy foi considerada culpada de assassinato em segundo grau e condenada à prisão perpétua.

Amelia Dyer

0 n5o3xgdhkvjsle9s • mundo sombrio

Durante 20 anos, Amelia Dyer teria matado mais de 400 bebês enquanto trabalhava como “baby farmer” – alguém que adota crianças por dinheiro.

Vivendo na Inglaterra durante a era vitoriana, Dyer assassinava as crianças ou simplesmente as deixava morrer por negligência. As autoridades a condenaram à morte por enforcamento e ela foi executada no verão de 1896.

Tamara Samsonova

Tamara samsonova • mundo sombrio

Apelidada de “Vovó Estripadora” e “Baba Yaga”, a russa foi flagrada em 2015 após ser filmada carregando partes do corpo da vítima em sacos plásticos. Samsonova estava cuidando de Valentina Ulanova, mas, depois de uma discussão por causa de pratos sujos, ela deu comprimidos para dormir à mulher e a cortou com uma serra enquanto ainda estava viva.

Leia mais sobre Tamara Samsonova a vovó Estripadora

Samsonova pode ter matado outras pessoas. Ela mesma detalhou como assassinou um marido e ex-inquilinos em seu diário. Em 2017, ela foi considerada culpada apenas pelo assassinato de Ulanova e enviada para uma instituição psiquiátrica após ser diagnosticada com esquizofrenia paranoide.

Gloria Marie Tensley

Gloria marie tensley • mundo sombrio

Em 2016, quando um homem do Arkansas se mudou para a casa de sua nova colega de quarto, Gloria Marie Tensley, de 65 anos, ele descobriu um esqueleto humano no armário da senhora.

Depois que ele a entregou, foi revelado que Tensley estava descontando os cheques da previdência social do homem falecido encontrado em seu armário. As autoridades a acusaram de abuso de corpo e fraude.

Helen Golay e Olga Rutterschmidt

Aa1jrbig • mundo sombrio

Também conhecidas como “As Vovós Assassinas de Santa Mônica”, essas duas mulheres teriam montado um esquema para atrair moradores de rua para dentro de casa e depois fazer com que eles contratassem uma apólice de seguro de vida. Elas então passavam por cima deles com seus carros em acidentes encenados de atropelamento.

Mais tarde, elas descontaram um pagamento de US$ 2,8 milhões após matar dois homens. No entanto, uma das seguradoras desconfiou e, junto com a polícia, desvendou o caso. Em 2008, as duas idosas foram acusadas dos crimes e enviadas para a prisão perpétua.

Faye Copeland

Nbcope • mundo sombrio

Faye Copeland e seu marido, Ray, supostamente atraíam mochileiros para sua fazenda no Missouri a fim de cometer fraude. O casal teria então assassinado os viajantes e enterrado os corpos em um campo na propriedade.

Eles acabaram por ser apanhados e ambos foram condenados à morte, o que fez de Faye Copeland a mulher mais velha de todos os tempos a entrar no corredor da morte, com 69 anos. Em 1999, sua sentença foi comutada para prisão perpétua, onde morreu em 2004.

Nannie Doss

Capa nannie doss serial killer • mundo sombrio

Nascida em 1905, Nannie Doss foi apelidada de “Giggling Granny” (“Vovó Risonha”) pela imprensa por ser muito alegre. No entanto, seus crimes foram tudo menos doces.

Ao longo de 30 anos, a mulher de Oklahoma foi acusada de matar quatro maridos, suas duas irmãs, a própria mãe, um neto, uma de suas sogras e um sobrinho. Ela teria cometido os assassinatos por tédio. Doss foi condenada à prisão perpétua em 1955 e morreu encarcerada 10 anos depois.

Nilda Sheffield

Aa1jrl1i • mundo sombrio

Em 2015, Nilda Sheffield escreveu em seu diário que queria matar a filha e os netos para libertá-los do inferno. Ela se comparou a Abraão, uma figura bíblica a quem Deus pediu para sacrificar seu próprio filho.

A avó da Flórida então atirou em Elizabeth Flores, de 31 anos, e seus filhos, de 7 e 2 anos, antes de virar a arma contra si mesma. Sheffield teria acreditado que a família reencarnaria e se encontraria novamente em suas próximas vidas.

Angela Bingham

Aa1jrfv7 • mundo sombrio

Em 2016, Angela Bingham matou seu neto de 3 anos sufocando-o com uma toalha. Ela alegou que não tinha condições de criá-lo.

Depois de se entregar à polícia, os investigadores aparentemente encontraram um incenso aceso para mascarar o cheiro do corpo em decomposição. As autoridades de Delaware a condenaram a 22 anos de prisão.

Dorothea Puente

Dorothea puente • mundo sombrio

Nos anos 80, Dorothea Puente administrava uma pensão em Sacramento, Califórnia. Só que, enquanto fazia isso, assassinou vários residentes idosos e deficientes mentais antes de descontar seus cheques da previdência social.

Ela foi condenada por assassinar nove pessoas, forçando-as a overdose de pílulas e, mais tarde, enterrando-as sob sua casa. Puente foi capturada em 1988 e condenada em 1993. Ela morreu na prisão em 2011, aos 82 anos.

Continua após a publicidade..

Mangal Bharat Thorat

Aa1jrl1u • mundo sombrio

Em novembro de 2005, após uma discussão sobre um dote, Mangal Bharat Thorat, de 62 anos, espancou sua nora, Neelam Thorat, a encharcou de querosene e a incendiou. O Tribunal Superior de Mumbai condenou Thorat à prisão perpétua.

Neelam sofreu queimaduras em mais de 85% de seu corpo e mais tarde morreu devido aos ferimentos no Hospital Bhatia. Thorat a atormentava desde seu casamento no início de março.

Carolyn Hood

Aa1jrl1a • mundo sombrio

Em 2016, a polícia de Montgomery prendeu Carolyn Hood, de 79 anos, por supostamente ajudar seu filho a matar seu marido. Os restos mortais do marido foram encontrados enterrados em vários locais.

Ambos enfrentaram inicialmente acusações de homicídio qualificado. Mas, em 2017, os tribunais do Alabama desistiram do caso contra Hood, que mais tarde se mudou para uma casa de repouso. Seu filho se declarou culpado de homicídio culposo e recebeu uma sentença de prisão perpétua.

Sandra Layne

Aa1jrpfo • mundo sombrio

Em 2012, a polícia prendeu Sandra Layne, de 74 anos, depois que ela atirou várias vezes em seu neto de 17 anos. No julgamento, seu advogado argumentou legítima defesa, alegando que o neto era viciado em drogas e que ela tinha medo dele.

Layne foi condenada a 22 anos de prisão depois que o júri foi convencido de que o assassinato foi realmente premeditado.

Melissa Ann Shepard

Aa1jrl1l • mundo sombrio

A avó canadense assassinou dois de seus cinco maridos com tranquilizantes. As provas também mostraram que, além disso, ela tentou, sem sucesso, matar dois de seus outros maridos.

Quando ela foi presa, a polícia encontrou um estoque de medicamentos prescritos por cinco médicos diferentes.

Siga-nos no Instagram e no Facebook também!

Escolhidos Para Você

Deixe um Comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados pelo Mundo Sombrio.

sitemundosombrio@gmail.com

Mundo Sombrio © 2015 Todos os Direitos Reservados

Bloqueador de Anúncios Detectado

Os anúncios nos ajudam a manter o site no ar e trazer sempre mais terror para vocês. Por favor, desative o seu bloqueador de anúncios!