A Rosa Selvagem

por Mundo Sombrio
397 visualizações
a-rosa-selvagem

Muitos anos atrás, na Irlanda, havia uma jovem chamada Elisa Day. As pessoas a chamavam de Rosa Selvagem porque diziam que ela era tão bonita quanto as rosas selvagens que cresciam perto do rio, bonitas e vermelhas.

Um dia, um jovem chegou à cidade e, desde o primeiro momento em que pôs os olhos em Elisa Day, soube que era ela. Ele foi até a casa dela, bateu na porta e se apresentou. Ele a tomou em seus braços e beijou seus lábios vermelho-rubi.

No segundo dia, o jovem voltou. Ele trouxe para ela uma única rosa vermelha e disse que ela era a mulher mais bonita que ele já tinha visto. Ele pediu a ela para encontrá-lo perto do rio, onde as rosas selvagens cresciam tão doces, escarlates e livres.

No terceiro dia, ele a levou até o rio. Ela ficou na margem e olhou em silêncio para a água. O homem beijou seus lábios uma última vez. Então ele esperou até que ela se virasse e espancou-a até a morte com uma pedra na mão. Ao matá-la, ele sussurrou:

“Toda beleza deve morrer …”

Ele colocou uma rosa entre os dentes dela e deslizou seu corpo no rio. Ela lentamente desapareceu sob a superfície clara e calma. Seu corpo nunca foi encontrado e ao longo dos anos, seu nome verdadeiro foi esquecido. Ela apenas ficou conhecida como a Rosa Selvagem.

Muitas pessoas afirmam ter visto seu fantasma vagando ao longo das margens do rio, onde crescem as rosas selvagens. Sua cabeça está esmagada e o sangue escorre pelo rosto. Dizem que ela segura uma única rosa na mão.

Pode ser Interessante para Você

Siga-nos no Instagram e no Facebook também!

Escolhidos Para Você

Deixe um Comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados pelo Mundo Sombrio.

[email protected]

Mundo Sombrio © 2015 Todos os Direitos Reservados

Bloqueador de Anúncios Detectado

Os anúncios nos ajudam a manter o site no ar e trazer sempre mais terror para vocês. Por favor, desative o seu bloqueador de anúncios!