Início Histórias de Terror A Namorada Perfeita

A Namorada Perfeita

por Mundo Sombrio
2 comentários 91 visualizações
a-namorada-perfeita-história-de-terror-mundo-sombrio

Ela era perfeita, inteligente, linda, meiga. Ela era extraordinária! Nunca iria encontrar alguém como ela. Bom… Só tinha uma coisa ruim — O garoto pausa por um minuto o seu relato aterrorizante, ele parecia chateado — Ela morava em outro país… Mas eu estava muito afim dela, eu a queria muito, e a distância não iria impedir de ficarmos juntos, ela gostava de mim e eu dela, o que tem de ruim? Nada! Então comecei a trabalhar e guardar dinheiro, pois eu iria vê-la.

Conversávamos por horas, ela me tirava da escuridão, da minha rotina cansativa, mas quando ela ia embora, eu me sentia tão ruim, ela era como uma droga pra mim. Eu estava viciado nela. Ela saía muito e isso me irritava, brigávamos demais por isso. Ela dizia que era ocupada, que eram os estudos… E eu acreditava, claro. — então o garoto silencia e olha pra frente por alguns segundos — então eu arrumei o dinheiro e fui vê-la, eu estava tão feliz! – o garoto fala com um sorriso no rosto que esboça toda a sua felicidade, mas novamente fica com a expressão melancólica — Eu consegui arranjar o dinheiro, eu estava indo para lá, pra onde ela morava. Bom, o que posso dizer? Meu coração estava quase saindo de meu peito, e estava quase pra morrer de tão nervoso. Não consegui comer nada, pois se comesse, iria vomitar. Depois de tanto esperar, lá estava ela, na minha frente com um sorriso encantador, ela era tão linda, seu rosto levemente corado, seus cabelos bagunçados, seus olhos azuis que me fitavam sem parar, era lindo.

Começamos a conversar, então ela perguntou se eu gostaria de ir conhecer a família dela, eu aceitei, lógico. Logo chegamos no apartamento dela e entramos. Ela ficou parada me encarando por alguns segundos, perguntei se estava tudo bem, ela respondeu que sim e sorriu. Então me pegou pela mão e saiu em direção a um cômodo da casa. “Eles vão adorar você!”. Eu estava um pouco receoso com isso, ela era minha primeira namorada, meu primeiro amor e agora eu iria conhecer os seus pais? Eu estava tão feliz que não conseguia nem me conter. Entramos na cozinha e me deparei com os pais da minha namorada, mortos…

Leia Também:  Procissão dos Mortos [História de Terror]

Sim, eles estavam mortos. E pareciam estar ali por muito tempo, o cheiro era horrível.

A mãe estava sentada como se estivesse jantando, o jantar era o seu cérebro. Sim, o seu cérebro, ele estava no prato! O pai estava jogado no chão com as tripas pra fora, e eu fiquei apavorado.

Olhei para a minha namorada e, por um minuto, senti como se ela não estivesse ali. Seu sorriso era aterrorizante, seus olhos estavam esbugalhados.

“Você não gostou deles, amor?” ela perguntou sorrindo “eles vão ficar magoados se não der um oi. Por que não fala com eles? Eles estão ficando chateados, amor… Amor? Você não gostou deles?”

A sua voz estava doce, não tinha mudado nada. Mas o jeito estava diferente, ela parecia uma louca agora. Tentei correr para sair daquele lugar logo, mas ela me puxou, a sua força era absurda.

Essa era a garota perfeita que conheci? Ela não era assim, eu… eu não sabia que ela era assim. Não parecia ser assim. Isso foi tudo uma ilusão? Meus pais estavam certos! Ela não é como eu imaginei que fosse, eu deveria ter escutado eles. Mas não, como eu sou idiota. Como eu fui idiota! Droga!

Agora o que ela fará comigo? — o garoto parecia transtornado.

Ela me trancou em um quarto sem janela, não tem nada aqui, só tem um colchão esfarrapado e um penico onde faço minhas necessidades. Ela traz pão e café uma vez ao dia. Estou aqui há uma semana — então o garoto começa a chorar descontroladamente, aquilo aterrorizou os policiais. — Ela está aqui agora, ela está diferente dos últimos dias. Agora ela está com uma faca, ela… Ela… — ouvimos gritos e logo a câmera foi desligada.

Leia Também:  O Quebra-cabeça [História de Terror]

William delgado de 17 anos foi encontrado morto em um apartamento abandonando nessa manhã dia 17/03/2012. Encontramos o seu corpo com todos os órgãos pra fora, seu coração estava ao lado do corpo e seus olhos foram arrancados. Não se sabe o paradeiro da assassina. Por favor, tenham cuidado.

— Ela é tão perfeita, cara. Nunca encontrei alguém como ela- Henrique dizia encantado a seu amigo André.

Autor: Desconhecido

Você também pode Gostar

2 comentários

Emilly 3 de maio de 2020 - 19:10

Olá Mundo Sombrio, essa história me deu arrepios,adorei! enfim, esses dias atrás eu e uma amiga fizemos histórias de terror( pq adoramos) e nós gostaríamos de saber como mandar nossas histórias para você publicar para que os outros desfrutem da nossa imaginação, se pudesse dizer, agradeceria!

Responder
Mundo Sombrio 3 de maio de 2020 - 19:32

Olá Emilly! Que bom que você gosta do nosso conteúdo e que está sempre por aqui. Pra enviar suas histórias, você pode mandar um email pra gente: [email protected]. Aguardamos seus contos! Abraços Sombrios!

Responder

Deixe um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Alert: Esse conteúdo está protegido!