O Espantalho [História de Terror]

‘O Espantalho’ é uma história assustadora sobre um fazendeiro que constrói os mais assustadores e medonhos de todos os espantalhos para cuidar de sua fazenda.

Havia um velho fazendeiro no Arizona que possuía a melhor fazenda da região. Todo mundo dizia que suas colheitas eram as melhores e que as pessoas vinham de todas as partes para comprar as mercadorias dele. Sempre que as pessoas perguntavam como ele era capaz de cultivar colheitas de tão boa qualidade, o velho fazendeiro dizia que o segredo estava em seu espantalho.

“Esse velho espantalho é o que tenho que agradecer”, disse o agricultor. “Ele garante que nenhum corvo, bicho ou praga chegue perto das minhas colheitas”.

Foi o velho fazendeiro quem construiu o espantalho e ele era assustador. Ele passou meses trabalhando nele para torná-lo o mais assustador possível, pois era importante manter as pragas longe de suas plantações. Então, ele deu ao espantalho enormes braços de palha que se estendiam por cerca de 1,80m e grandes pernas compridas, que o faziam tão alto quanto uma árvore.

Porém, a coisa mais assustadora nesse espantalho era a cabeça. O agricultor esculpiu uma abóbora com sua própria imagem. Ele passou incontáveis ​​dias e noites aperfeiçoando seu design até ficar perfeito. O rosto e a cabeça do espantalho eram tão grotescos e feios que até ele às vezes ficava com medo de olhá-lo. Mas era muito eficaz. Afugentava todos os roedores e pássaros que se aventuravam por perto.

A fazenda vizinha era de propriedade de dois jovens irmãos, Josh e Harold. Eles eram preguiçosos e nunca faziam direito o trabalho ao redor da fazenda. Por isso suas colheitas eram ruins. Eles estavam com ciúmes do sucesso do velho fazendeiro e estavam conspirando contra ele. Se eles pudessem levá-lo à falência, poderiam assumir sua fazenda e ganhar mais dinheiro.

Então, uma noite, os irmãos decidiram esgueirar-se pelas terras do velho fazendeiro. Eles roubaram seu espantalho e levaram-no para sua própria casa, onde o colocaram em um armário velho para que ninguém jamais o encontrasse.

No dia seguinte, o fazendeiro acordou e encontrou seu medonho espantalho desaparecido e todas as suas colheitas sendo comidas por ratos e corvos. Ele caiu de joelhos e chorou, sabendo que sua fazenda logo estaria fora do negócio. Enquanto isso, os irmãos, Josh e Harold assistiam de camarote e não puderam deixar de rir quando viram as lágrimas de tristeza do velho.

Ouvindo os risos, o velho fazendeiro se aproximou e perguntou se eles sabiam o que tinha acontecido com seu espantalho. Os irmãos o olharam diretamente nos olhos e disseram que não tinham ideia de onde seu precioso espantalho poderia estar.

“Mas você sabe que vou sair do mercado e vender minha fazenda se não conseguir encontrar meu espantalho”, disse o agricultor.

Josh apenas riu na cara dele, dizendo: “Isso é que dá ser azarado, não é?”.

“Ainda bem que não sou você”, riu Harold.

O velho fazendeiro caminhou lentamente de volta para sua casa, com a cabeça abaixada em derrota e depressão.

Naquela noite, Josh e Harold tiveram problemas para dormir. Não porque sentiam qualquer remorso, mas porque não conseguiam tirar da mente a imagem do horrível rosto distorcido do espantalho. Eles não conseguiriam dormir enquanto aquela feia cabeça de abóbora estivesse em sua casa. Então eles se levantaram e arrastaram o espantalho para fora do armário.

Harold pegou um bastão de baseball e esmagou a cabeça do espantalho em pedaços até que tudo o que restou foram pequenos pedaços de abóbora espalhados pelo chão. Os irmãos pegaram os restos e os jogaram no lixo. Depois, voltaram para a cama e logo adormeceram.

Algum tempo depois da meia-noite, os irmãos foram acordados pelos sons de algo que arranhava a porta do quarto deles.

“Você esqueceu de colocar o cachorro para fora?” perguntou Harold, sonolento.

“N-n-n-não temos um cachorro”, gaguejou Josh.

De repente, a porta do quarto se abriu e um braço de palha solitário passou pela abertura. Então um segundo braço se debateu, seguido por duas longas pernas de pau. Os dois irmãos estavam congelados de medo e só podiam olhar com horror enquanto o corpo do espantalho sem cabeça se erguia sobre as longas pernas de pau e os longos braços estendidos para eles na escuridão.

Harold sentiu uma garra fria de palha ao redor do tornozelo e gritou o mais alto que pôde. Ele implorou a seu irmão Josh para ajudá-lo. Mas Josh já estava correndo para fora do quarto. Fugindo com terror, ele correu pelo corredor, atravessou a porta da frente e saiu para a estrada iluminada pela lua.

Ele correu tão rápido quanto suas pernas podiam carregá-lo, ofegando e gritando no talo de sua voz. Ao passar pela casa do vizinho, ele viu o velho fazendeiro parado no portão. Ao luar, ele podia ver o fazendeiro apenas olhando para ele com um sorriso estranho no rosto.

Josh continuou correndo, com os pés descalços batendo na estrada de cascalho. Ele olhou por cima do ombro e viu algo que o assustou em sua alma. Ele viu o espantalho correndo pela estrada logo atrás dele. Estava se aproximando cada vez mais. E isso não foi tudo o que ele viu. Ele notou que o espantalho tinha uma cabeça nova. E parecia muito com Harold.

o espantalho história de terror
História de Terror: O Espantalho

História de Terror Traduzida e Adaptada de ScaryForKids por Mundo Sombrio.

Compartilhe nas Redes
Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no tumblr

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Login

Faça o Login para ter acesso à muitas novidades no nosso site!

[ihc-login-form]

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência no nosso site. Se estiver de acordo clique em ACEITAR, mas se estiver em dúvida, leia nossa Política de Privacidade.​

Pesquisa