Não Me deixe Entrar

Não me deixe Entrar é uma história de terror assustadora sobre um namorado que envia mensagens de texto para sua namorada no meio da noite, avisando-a para não abrir a porta para ele.
Não Me deixe Entrar história de terror mundo sombrio

Gabriel: Nancy
Gabriel: Nancy, você está aí?
Gabriel: Nancy me responda!

Nancy: ei
Nancy: já está muito tarde!
Nancy: Qual é o problema? Você não consegue dormir?

Gabriel: Nancy, preciso que você me escute com atenção.
Gabriel: Se eu for na sua casa esta noite e bater na porta
Gabriel: POR FAVOR, NÃO ME DEIXE ENTRAR

Nancy: O quê?
Nancy: Você está vindo agora?

Gabriel: Nancy, concentre-se no que estou tentando dizer a você
Gabriel: Se a campainha tocar e você me vir parado do lado de fora
Gabriel: NÃO ABRA A PORTA!
Gabriel: Faça o que fizer, NÃO ME DEIXE ENTRAR!

Nancy: Você ficou completamente louco?

Gabriel: Algo muito ruim vai acontecer com você se você abrir a porta

Nancy: O que há de errado com você?
Nancy: Por que você está dizendo essas coisas horríveis?
Nancy: Você está me assustando !!

Gabriel: Desculpe, mas é para o seu próprio bem
Gabriel: Você está sozinha em casa?

Nancy: Sim, meus pais foram à uma festa

Gabriel: Ok, então tranque todas as portas e janelas
Gabriel: Se você me vir lá fora, chame a polícia
Gabriel: Imediatamente

Nancy: Gabriel, se isso for uma piada, juro que vou bloquear você

Gabriel: Não é brincadeira!

Nancy: Onde você está?

Gabriel: Não tenho certeza.
Gabriel: Estou em uma casa abandonada
Gabriel: Mas não consigo sair.
Gabriel: Todas as janelas tem grades.
Gabriel: E todas as portas estão trancadas

Nancy: Como você chegou aí?!

Gabriel: não me lembro
Gabriel: Minha memória está toda confusa
Gabriel: Acho que aconteceu ontem à noite

Nancy: O que aconteceu?
Nancy: Você foi sequestrado ou algo assim?!

Gabriel: Não sei.
Gabriel: acho que sim
Gabriel: Mas, por favor, Nancy. Lembre do que eu te disse
Gabriel: Se você me vir lá fora, não abra a porta para mim!

Nancy: espere um segundo
Nancy: Ah, eu entendi o que está acontecendo agora
Nancy: Você realmente é um idiota!

Gabriel: O quê?!

Nancy: Esta é apenas mais uma de suas pegadinhas.
Nancy: E pensar que eu ia chamar a polícia!
Nancy: Graças a Deus percebi bem na hora!

Gabriel: Do que você está falando?!

Nancy: Estou vendo você!
Nancy: Idiota!
Nancy: estou olhando para você pela janela
Nancy: Você está aí no jardim
Nancy: Enviando mensagens do seu telefone

Gabriel: O quê?!

Nancy: Não tente negar, eu tô te vendo

Gabriel: Não! Não sou eu!

Nancy: Pare com isso! A piada acabou!
Nancy: Foi uma brincadeira bem idiota essa!
Nancy: Estou descendo

Gabriel: Não! Não abra a porta!
Gabriel: Eu te disse! Não me deixe entrar!

Nancy: Hahaha… Você é maluco

Gabriel: NANCY POR FAVOR, NÃO ABRA!!!
Gabriel: ALGO HORRÍVEL ACONTECERÁ SE VOCÊ ABRIR A PORTA!

Nancy: Por que você continua dizendo isso?!
Nancy: O que diabos está acontecendo?!

Gabriel: Estou tentando te proteger
Gabriel: Por favor, acredite em mim!
Gabriel: NÃO ABRA A PORTA!

Nancy: Espero que você esteja feliz. Você me deixou muito assustada
Nancy: Eu realmente não sei o que diabos fazer
Nancy: Você está batendo na porta agora?!
Nancy: Eu te odeio!
Nancy: Esta é a piada mais horrível do mundo!

Gabriel: Não é uma piada!
Gabriel: Não abra!

Nancy: O que devo fazer?
Nancy: Por que você está batendo na porta se não quer que eu abra?
Nancy: Por que você veio até minha casa em primeiro lugar?

Gabriel: NÃO SOU EU!

Nancy: O que você quer dizer com “não sou eu”?
Nancy: Eu estou te vendo pela janela, Gabe…
Nancy: Eu não sou cega!

Gabriel: Estou te dizendo, não sou eu!
Gabriel: É outra coisa

Nancy: O que é então?

Gabriel: Não sei!

Nancy: Onde você está agora?

Gabriel: Já te falei, estou trancado em uma casa!
Gabriel: Eu não sei onde estou exatamente.

Nancy: Você foi embora

Gabriel: O quê?!

Nancy: Quer dizer … aquela coisa lá fora …
Nancy: Ele se afastou da porta

Gabriel: O que ele está fazendo?

Nancy: Ele está apenas parado no jardim
Nancy: Olhando para o celular dele
Nancy: Ele se parece exatamente com você
Nancy: Tem que ser você!
Nancy: Como pode não ser você?!
Nancy: Você está me deixando doida!

Gabriel: Nancy, me escute
Gabriel: Não sei quem é essa coisa
Gabriel: Mas eu sei que ele não sou eu
Gabriel: Apesar de sua aparência

Nancy: Oh Deus!
Nancy: Ele está olhando direto para mim agora

Gabriel: Afaste-se da janela
Gabriel: As portas e janelas estão trancadas?

Nancy: Sim
Nancy: acho que sim
Nancy: Você tem razão amor, não é você!
Nancy: Ele é quase idêntico a você, mas
Nancy: Eu sei que é outra coisa!
Nancy: Seus olhos!
Nancy: Seus olhos estão vermelhos!
Nancy: Eles brilham no escuro!

Gabriel: Afaste-se da janela!

Nancy: Estou do outro lado da sala
Nancy: Agora ele está agachado
Nancy: Não consigo mais vê-lo

Gabriel: O que ele está fazendo?

Nancy: Ele tem uma pedra na mão
Nancy: Ele está caminhando para a janela
Nancy: Ele vai quebrar o vidro!

Gabriel: Corra!
Gabriel: Tranque-se no banheiro e chame a polícia!
Gabriel: Amor!
Gabriel: Nancy?
Gabriel: Nancy ????

Nancy: estou na parte de cima
Nancy: Eu me tranquei no meu quarto
Nancy: A fechadura da porta é mais forte

Gabriel: Você chamou a polícia?

Nancy: Estou ligando para eles agora

Gabriel: Diga a eles para se apressarem!
Gabriel: Nancy?
Gabriel: O que eles disseram?
Gabriel: Você ainda está aí?

Nancy: Eu liguei para eles
Nancy: Eles disseram que estão vindo imediatamente

Gabriel: OK. Ótimo

Nancy: Espero que venham logo
Nancy: Aquilo quebrou a janela
Nancy: Ele está dentro de casa!

Gabriel: Tem certeza?

Nancy: Eu posso ouvir seus passos!
Nancy: Agora ele está subindo as escadas!

Gabriel: Eu queria estar aí!
Gabriel: Queria poder te ajudar !!

Nancy: O que é isso?
Nancy: Por que tudo isso está acontecendo?

Gabriel: Não sei, amor!
Gabriel: Tudo que eu sei é o que te disse antes
Gabriel: Tudo começou ontem à noite
Gabriel: Eu estava no meu quarto, estudando
Gabriel: A janela estava aberta e ouvi um barulho lá fora
Gabriel: Eu olhei pela janela e foi quando eu vi
Gabriel: Havia algo lá fora

Nancy: O quê?

Gabriel: Algo que não era humano
Gabriel: Tinha um rosto pálido e branco
Gabriel: E seus olhos estavam vermelhos!
Gabriel: Ele me agarrou pelo pescoço
Gabriel: Não tive tempo de reagir
Gabriel: Então, enquanto eu observava, seu rosto começou a mudar
Gabriel: Esta é a parte mais incrível
Gabriel: Antes que eu percebesse, eu estava olhando para mim mesmo
Gabriel: A coisa roubou meu rosto
Gabriel: Ele parecia exatamente comigo
Gabriel: E ele estava sorrindo para mim!

Nancy: OMG!

Gabriel: Não me lembro de mais nada depois disso
Gabriel: Quando acordei trancado nesta casa
Gabriel: Isso é tudo que eu sei

Nancy: Gabe, essa é a história mais maluca que já ouvi
Nancy: Mas eu acredito em você
Nancy: E eu sei que essa coisa é má
Nancy: Ele quer me matar, eu sei disso!
Nancy: Ele está batendo na porta agora
Nancy: A porta está tremendo
Nancy: Ele está usando muita força
Nancy: Acho que não vai durar muito mais tempo!
Nancy: Por favor, me ajude!

Gabriel: Não deixe ele entrar!
Gabriel: Empurre a cama contra a porta
Gabriel: Faça o que for preciso para sobreviver!
Gabriel: Até a polícia chegar!
Gabriel: Nancy!
Gabriel: Nancy?!
Gabriel: Por favor me responda!
Gabriel: Me responda Nancy!
Gabriel: Nancy?!
Gabriel: Você está bem?
Gabriel: O que está acontecendo aí?
Gabriel: Por favor, me responda!
Gabriel: Oh Deus
Gabriel: Eu te amo Nancy

Quando a polícia finalmente chegou na casa, era tarde demais para salvar Nancy. Ela não estava em lugar nenhum. A porta de seu quarto havia sido quebrada e os pedaços estavam espalhados pelo chão.

Depois de verificar as câmeras de segurança, a polícia determinou que ela havia sido sequestrada pelo namorado de 27 anos, Gabriel Rosales.

Enquanto isso, na casa abandonada, o verdadeiro Gabriel estava inacreditavelmente perturbado. Ele conseguiu encontrar uma tábua solta do piso e saiu pelo forro. Ele descobriu que a casa estava localizada no meio de uma floresta. Ele tentou ligar para a polícia, mas não conseguiu sinal. Quando ele verificou o Google Maps, não conseguiu encontrar sua localização.

Gabriel começou a caminhar pela floresta. Ele caminhou por vários quilômetros até encontrar uma casa com as luzes acesas. Ele foi até a porta da frente e bateu. Depois de alguns minutos, o rosto de uma mulher espiou pela janela.

Enquanto Gabriel tentava desesperadamente explicar a situação, os olhos da mulher se arregalaram de medo. Ela soltou um grito agudo.

“Por favor!” Gabriel choramingou: “Você tem que me ajudar!”

Nesse momento, a porta da frente se abriu e um homem apareceu da escuridão, segurando um rifle na mão. Gabriel se virou e correu o mais rápido que pôde. Enquanto corria para a cobertura das árvores, ouviu o som de tiros atrás de si e sentiu as balas passando zunindo por sua cabeça.

Gabriel correu até ficar sem fôlego. Ele tropeçou em um tronco caído e seus pés se enredaram nos galhos. Ele caiu e bateu com a cabeça numa pedra. O sangue começou a escorrer da ferida aberta e ensopou todo o rosto. Ele pegou o celular e ativou a câmera no modo selfie, para que pudesse ver a extensão dos ferimentos.

O que viu o fez tremer de medo e o celular caiu de suas mãos.

Finalmente, ele entendeu por que a mulher da casa gritou com tanto horror.

A estranha criatura havia assumido sua aparência e, em troca, o havia deixado com sua própria aparência.

Hoje, Gabriel viaja à noite, escondido nas sombras, seu rosto e corpo transformados para sempre no de um ser abominável, ainda se perguntando o que foi que o atacou e roubou sua namorada, e na esperança de um dia se vingar dele …

Leia Mais Histórias de Terror Assustadoras

A crise econômica causada pelo COVID-19 causou uma queda maciça nas nossas receitas publicitárias. Por favor, considere mostrar seu apoio através de uma pequena doação em PayPal. Sua doação ajudará este site a continuar online nesses momentos difíceis e, dessa forma, continuar fornecendo a vocês conteúdos interessantes regularmente. Abraços Sombrios!

COMPARTILHE ESSE POST

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

error: Alert: Esse conteúdo está protegido!