Verdadeira Noiva Cadáver: A Macabra História de Maria Elena Milagro de Hoyos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Verdadeira Noiva Cadáver A Macabra História de Maria Elena Milagro de Hoyos

Carl Tanzler, também conhecido como Conde Carl von Cosel, era um homem de muitos talentos. O radiologista alemão (que definitivamente não era um conde) alegou ter nove diplomas universitários, ser um ex-capitão de submarino e um inventor talentoso. Na verdade, ele era um homem excêntrico e solitário que abandonou a esposa e os filhos para trabalhar no Hospital da Marinha dos Estados Unidos em Key West, Flórida.

Depois de aceitar o emprego no hospital em 1927, Carl manteve um perfil relativamente baixo e quase sempre se manteve sozinho. Até conhecer Maria Elena Milagro de Hoyos. Quando a bela cubana de 21 anos veio para um exame, Carl soube imediatamente que Hoyos era a mulher dos seus sonhos – literalmente. Durante anos, Carl foi atormentado por visões de uma bela mulher de cabelos escuros que estava destinada a ser o amor de sua vida. Infelizmente para Elena, Carl presumiu que ela era essa aparição em forma humana.

O exame de Carl rendeu um prognóstico sombrio, e Hoyos foi diagnosticada com tuberculose, uma doença altamente fatal na época. No entanto, agora que Carl havia encontrado sua alma gêmea, ele estava determinado a salvar a vida dela. Sem poupar despesas e exibindo uma irreverência total para com a autoridade do hospital, Carl partiu para encontrar uma cura milagrosa para sua Elena. Ele administrava tônicos e remédios caseiros, trazia ilegalmente equipamento elétrico e de raios-x para a casa dos Hoyos para tratamentos caseiros, enquanto regava Elena com muitos presentes e professava seu amor.

Verdadeira noiva cadáver: a macabra história de maria elena milagro de hoyos
Verdadeira Noiva Cadáver: A Macabra História de Maria Elena Milagro de Hoyos

No entanto, apesar dos melhores esforços de Tanzler, ela morreu de complicações de sua doença em 25 de outubro de 1931. Tanzler insistiu em pagar do próprio bolso para que Elena fosse enterrada em um caro mausoléu de pedra e, com a aprovação de sua família, contratou um agente funerário para limpar e consertar seu corpo antes de colocá-lo na tumba. Um fato que sua família ignorava era que Tanzler era a única pessoa com a chave do mausoléu.

LEIA TAMBÉM: Pascualita | A Lenda da Noiva Cadáver Mexicana

Depois de dois anos visitando o mausoléu de Elena todas as noites e geralmente assustando todo mundo com sua obsessão de paciente morto, Tanzler foi demitido de seu emprego e parou de ir ao local de descanso final de Elena, o que a família de Hoyos achou bastante estranho, considerando seu comportamento.

Mal sabiam eles, Tanzler estava longe de ficar satisfeito com suas visitas noturnas. Ele precisava de mais tempo de qualidade com sua decadente garota dos sonhos, então ele colocou a carcaça de Elena em rápida decomposição em uma carroça de brinquedo e a transportou para um laboratório improvisado que ele havia feito dentro de um velho avião. Usando gesso, fios, cera de agente funerário e olhos de vidro, Tanzler trouxe Elena “de volta à vida” e começou a levá-la para sua casa, onde o casal compartilhou um leito conjugal.

Ao longo dos anos, Tanzler manteve Elena “viva” usando cabides de arame para preservar seu corpo, enchendo sua cavidade abdominal com trapos, reaplicando rotineiramente cera em seu rosto, substituindo seu couro cabeludo em decomposição por cabelo de verdade e constantemente mergulhando-a em desinfetantes e óleos para mascarar o cheiro podre de seu corpo. Enquanto atendia às demandas físicas de sua noiva cadáver, Carl atendia também às necessidades materiais dela, comprando suas roupas e perfume, e até mesmo instalando um véu de pano para privacidade na cama que compartilhavam (aparentemente a modéstia feminina era uma prerrogativa para um homem que normalmente via as entranhas de Elena).

Verdadeira noiva cadáver: a macabra história de maria elena milagro de hoyos carl tanzler
Verdadeira Noiva Cadáver: A Macabra História de Maria Elena Milagro de Hoyos

Tudo estava indo muito bem, até que as pessoas inevitavelmente começaram a fazer perguntas. A combinação do hábito de Carl de comprar rotineiramente roupas femininas, sua ausência do mausoléu e o fato de um menino local vê-lo através de uma janela dançando com o que parecia ser uma boneca gigante, despertou sérias suspeitas. Os rumores começaram a girar de que Tanzler estava mantendo Elena em sua casa.

Em outubro de 1940, a irmã de Elena confrontou Tanzler em sua casa. Ele permitiu que ela entrasse onde, para seu horror, ela encontrou o que parecia ser um boneco de cera de sua irmã. A irmã de Elena alertou as autoridades, que apreenderam a “boneca”, apenas para descobrir que era na verdade o cadáver apodrecido de Elena. Não apenas isso, mas enquanto realizava uma autópsia nos restos mortais de Elena, os legistas descobriram que entre as várias partes do corpo que Tanzler reconstruiu, ele inseriu um tubo de papel dentro dela para servir como uma vagina improvisada. Se Tanzler consumava ou não o ato sexual com sua noiva cadáver na vida real é um assunto que se tornou debate público.

Tanzler foi preso e foi julgado por “destruição gratuita e maliciosa de uma sepultura e remoção de um corpo sem autorização”. O julgamento se tornou uma sensação na mídia e, surpreendentemente, a maioria do público, especialmente as mulheres, apoiou Tanzler, considerando-o um romântico excêntrico.

LEIA TAMBÉM: Pascualita | A Lenda da Noiva Cadáver Mexicana

Enquanto estava no depoimento, Carl afirmou que planejava usar uma aeronave para levar Hoyos, “bem alto na estratosfera, para que a radiação do espaço sideral pudesse penetrar nos tecidos de Elena e restaurar a vida de sua forma sonolenta”, o que fazia tanto sentido quanto qualquer coisa mais durante a audiência. Tanzler acabou sendo inocentado, pois o estatuto de limitações de seus crimes havia expirado.

No entanto, como o julgamento atraiu muita atenção da mídia, e por ter ocorrido na Flórida, o corpo de Elena foi exposto ao público em uma funerária local, onde milhares de pessoas puderam ver sua forma perturbadora. Depois que a estupidez acabou, Elena foi finalmente enterrada em um túmulo não identificado para que ela pudesse descansar em paz.

Verdadeira noiva cadáver: a macabra história de maria elena milagro de hoyos carl tanzler
Verdadeira Noiva Cadáver: A Macabra História de Maria Elena Milagro de Hoyos

Quanto a Carl Tanzler, depois de pedir o corpo de Elena de volta (um pedido corajoso que foi obviamente negado), ele viveu o resto de seus dias sem mais incidentes, embora com uma efígie em tamanho real feita da máscara mortuária de Elena como companheira.

SIGA NOSSAS REDES: Mundo Sombrio

Mundo Sombrio

Mundo Sombrio

Histórias de Terror, Lendas Urbanas, Creepypastas, Relatos Sobrenaturais, Vídeos e muito mais. Mundo Sombrio: O Melhor do Terror para Você!