O Doppelganger: O Misterioso Fenômeno e Principais Relatos Sobrenaturais

por Mundo Sombrio
632 visualizações
Continua após a publicidade..

Se você já ouviu falar do termo “doppelganger”, provavelmente sabe que se trata de um fenômeno misterioso e sobrenatural que envolve a aparição de uma cópia idêntica de uma pessoa. O termo doppelganger tem origem alemã e significa literalmente “duplo caminhante”. Ele é usado para se referir à aparição de uma pessoa que é uma cópia exata de outra, às vezes até mesmo com as mesmas roupas e características físicas.

O fenômeno do doppelganger tem sido objeto de fascínio e medo ao longo da história, e é comumente associado a experiências sobrenaturais e paranormais. Existem muitos relatos de pessoas que afirmam terem visto sua própria cópia idêntica em momentos em que elas próprias não estavam presentes, o que tem gerado diversas teorias sobre o que pode causar essas aparições.

Relatos Sobrenaturais envolvendo Doppelgangers

Um dos primeiros relatos conhecidos de uma aparição de doppelganger foi registrado no século XVI pelo escritor alemão Johann Wolfgang von Goethe. Em seu livro intitulado “Os Sofrimentos do Jovem Werther”, Goethe descreve uma experiência em que o personagem principal, Werther, vê uma imagem idêntica de si mesmo, vestido com as mesmas roupas, enquanto caminhava em um campo. A aparição o deixou perturbado e confuso, e ele interpretou isso como um sinal de que sua própria morte estava próxima.

O caso de Emilie Sagée

Emilie Sagée foi uma professora francesa que viveu no século XIX e ficou conhecida por um evento paranormal bastante intrigante envolvendo o fenômeno do doppelganger.

De acordo com relatos da época, Emilie Sagée trabalhava em uma escola de meninas na cidade de Lettow, na atual Polônia. Durante seu tempo como professora, seus alunos e colegas testemunharam repetidas aparições do seu doppelganger – uma imagem idêntica de Emilie Sagée que aparecia em momentos em que ela própria estava presente em outro lugar.

As aparições eram tão vívidas e reais que os alunos chegaram a questionar Emilie Sagée sobre como ela conseguia se mover tão rapidamente de um lugar para outro. Em uma ocasião, um aluno chegou a tocar no doppelganger e sentiu uma textura estranha e vazia, como se estivesse tocando em uma nuvem.

O fenômeno do doppelganger em relação a Emilie Sagée se tornou tão comum que, em uma ocasião, foi testemunhado por mais de 40 pessoas de uma só vez. Os relatos eram tão convincentes que as autoridades da escola chegaram a contratar investigadores paranormais para examinar a professora e tentar entender o que estava acontecendo.

O caso de emilie sagee • mundo sombrio
O caso de Emilie Sagée

Embora nunca tenha havido uma explicação definitiva para o fenômeno do doppelganger de Emilie Sagée, muitas teorias foram propostas. Algumas pessoas sugeriram que ela possuía habilidades sobrenaturais que permitiam que sua consciência se projetasse para fora do corpo e criasse uma imagem idêntica dela mesma em outro lugar.

Outros sugeriram que Emilie Sagée pode ter sido vítima de um tipo raro de distúrbio neurológico que causava alucinações vívidas e extremamente realistas. No entanto, nenhuma dessas teorias foi capaz de explicar completamente o fenômeno do doppelganger que foi testemunhado por tantas pessoas em tantas ocasiões diferentes.

Continua após a publicidade..

O caso de Emilie Sagée continua sendo um dos mais intrigantes envolvendo o fenômeno do doppelganger. Embora existam muitos relatos de aparições de doppelganger em toda a história, o caso de Emilie Sagée se destaca como um dos mais bem documentados e testemunhados por várias pessoas ao mesmo tempo.

O caso de Percy Bysshe Shelley

Percy Bysshe Shelley foi um poeta britânico do século XIX conhecido por suas obras literárias revolucionárias e por sua vida pessoal igualmente turbulenta. Shelley também foi envolvido em um caso misterioso envolvendo o fenômeno do doppelganger.

Em 1822, quando Shelley estava em Pisa, Itália, ele relatou ter visto sua própria imagem refletida em um espelho enquanto estava sentado em sua cadeira de leitura. No entanto, ele notou que a imagem não correspondia exatamente aos seus movimentos e gestos. Em vez disso, a imagem parecia ter uma vida própria, e suas expressões faciais eram diferentes das suas.

Esse encontro deixou Shelley profundamente perturbado e intrigado, e ele descreveu a experiência em uma carta enviada a um amigo. Ele escreveu: “Eu vi um ser pálido, cadavérico, que se assemelhava a mim mesmo… ele parecia exatamente comigo – mas eu observei que suas expressões eram diferentes das minhas”.

200px portrait of percy bysshe shelley by curran 1819 • mundo sombrio
Retrato de Percy Bysshe Shelley pintado por Curran em 1819

A esposa de Shelley, Mary Shelley, que também era autora de ficção gótica, registrou a experiência do marido em seu diário. Ela descreveu como Shelley estava “deitado na poltrona quando, ao olhar para o espelho, viu o reflexo de si mesmo, mas com leves diferenças – como se ele tivesse mais vida e expressão em seus olhos”.

Embora Shelley tenha encontrado seu doppelganger apenas uma vez, a experiência o deixou profundamente abalado. Ele continuou a se referir a isso em suas cartas e diários, e em algumas ocasiões, ele afirmou que seu doppelganger apareceu para ele em momentos de crise ou de inspiração poética.

O caso de Percy Bysshe Shelley é um exemplo clássico do fenômeno do doppelganger e como pode afetar profundamente aqueles que o experimentam. Mesmo que a causa do fenômeno ainda seja objeto de debate e especulação, é inegável que as aparições de doppelganger podem ser intensamente perturbadoras e misteriosas para aqueles que as experimentam.

O caso de Guy de Maupassant

Guy de Maupassant foi um renomado escritor francês, conhecido por suas histórias de terror e suspense. Ele próprio teria vivenciado uma experiência sobrenatural envolvendo um doppelganger.

De acordo com relatos, em 1889, enquanto Maupassant estava hospedado em um hotel em Paris, ele teria visto uma figura idêntica a si mesmo sentada em uma cadeira do outro lado do quarto. O escritor teria se aproximado da figura, que teria desaparecido repentinamente.

A partir desse momento, Maupassant começou a ter uma série de experiências sobrenaturais envolvendo o doppelganger. Ele relatou ter visto a figura idêntica a si mesmo em várias ocasiões, incluindo enquanto caminhava pela rua e em sua própria casa.

Guy maupassant e doppelganger
Guy de Maupassant

Em alguns casos, a figura teria interagido com ele de maneiras estranhas, como quando Maupassant teria visto sua cópia idêntica escrevendo em uma mesa enquanto ele mesmo estava de pé ao lado dela. Maupassant ficou tão perturbado por essas experiências que chegou a se internar em um hospital psiquiátrico.

Embora muitos tenham sugerido que as experiências de Maupassant com o doppelganger eram o resultado de uma condição psicológica, o escritor afirmou até o fim de sua vida que elas eram reais e que ele acreditava ter visto uma cópia idêntica de si mesmo. Seja como for, o caso de Guy de Maupassant continua sendo uma das histórias mais intrigantes envolvendo o doppelganger.

O caso de Abraham Lincoln

Há relatos de que o ex-presidente dos Estados Unidos, Abraham Lincoln, teria visto seu próprio doppelganger pouco antes de sua morte. De acordo com a história, em abril de 1865, alguns dias antes de seu assassinato, Lincoln teria saído de sua casa em Washington DC e avistado sua própria figura refletida em uma das janelas do segundo andar.

Ao se virar, ele teria visto novamente seu próprio rosto em outra janela, o que o teria deixado perturbado e preocupado. Lincoln teria relatado o incidente a sua esposa Mary Todd Lincoln e a alguns amigos, e comentado que era um presságio de que algo de ruim estava prestes a acontecer.

Abraham lincoln e doppelganger
O caso de Abraham Lincoln

Poucos dias depois, em 14 de abril de 1865, Lincoln foi assassinado pelo ator e simpatizante confederado John Wilkes Booth, enquanto assistia a uma peça de teatro no Ford’s Theatre em Washington DC.

Embora alguns historiadores questionem a veracidade da história do doppelganger de Lincoln, ela permanece como uma das lendas mais conhecidas sobre o fenômeno sobrenatural. Alguns teóricos sugerem que a aparição pode ter sido uma projeção astral de Lincoln, enquanto outros acreditam que ela pode ter sido uma manifestação de sua própria sombra ou um aviso premonitório de seu destino trágico.

O caso de Maria de Jesus de Ágreda

Maria de Jesus de Ágreda, também conhecida como Sor Maria, foi uma freira espanhola que viveu no século XVII e é conhecida por seu relato de viagens astrais e bilocação, um fenômeno em que uma pessoa parece estar presente em dois lugares diferentes ao mesmo tempo.

Segundo seu próprio relato, Sor Maria teria sido transportada misticamente para o Novo Mundo em mais de 500 ocasiões, onde ela teria evangelizado os povos nativos. Ela também teria sido vista em dois lugares diferentes ao mesmo tempo, um fenômeno conhecido como bilocação. Em um desses casos, ela teria aparecido simultaneamente em sua cela e em uma igreja local.

Maria de agreda 03 • mundo sombrio
Maria de Jesus de Ágreda

O fenômeno da bilocação de Sor Maria foi investigado pela Igreja Católica, que finalmente concluiu que suas experiências eram genuínas e que ela era capaz de se manifestar em dois lugares diferentes ao mesmo tempo. Acredita-se que seu doppelganger era uma manifestação de sua presença espiritual, que podia ser percebida por outras pessoas mesmo quando ela não estava presente fisicamente.

O caso de Sor Maria é um dos mais famosos envolvendo bilocação e é citado como um exemplo de como o fenômeno do doppelganger pode estar relacionado a experiências místicas e espirituais. Embora o fenômeno seja incomum e não totalmente compreendido, ele continua a intrigar e fascinar as pessoas que buscam entender a natureza da realidade e da consciência humana.

Teorias para o fenômeno

Embora muitas pessoas associem o doppelganger à morte iminente ou à morte de alguém próximo, nem todas as experiências com o fenômeno são negativas. Algumas pessoas relatam ter visto sua cópia idêntica em momentos de grande criatividade ou inspiração, enquanto outras afirmam terem se encontrado com seu doppelganger em sonhos ou meditações profundas.

Continua após a publicidade..

Uma teoria sobre o fenômeno do doppelganger é que ele pode ser causado por uma projeção astral da pessoa em questão. De acordo com essa teoria, a pessoa estaria em um estado de meditação ou sono profundo, e sua consciência se projetaria para fora do corpo, criando uma imagem idêntica dela mesma que poderia ser vista por outras pessoas.

Outra teoria é que o doppelganger pode ser uma manifestação de um aspecto reprimido da personalidade da pessoa em questão. Essa teoria sugere que o doppelganger seria uma representação física da sombra da pessoa, que é composta de características e traços de personalidade que a pessoa suprimiu ou negou.

Theme oil painting how they met themselves • mundo sombrio

Independentemente da causa, o fenômeno do doppelganger continua sendo objeto de fascínio e medo para muitas pessoas. É comum que as aparições de doppelganger sejam associadas a eventos sobrenaturais ou paranormais, e muitas pessoas afirmam terem experimentado sensações estranhas ou perturbadoras ao verem sua própria cópia idêntica.

Em alguns casos, as aparições de doppelganger foram relatadas por mais de uma pessoa ao mesmo tempo, o que sugere que o fenômeno pode ter uma base real e não ser apenas uma ilusão. No entanto, muitos céticos argumentam que as aparições de doppelganger podem ser explicadas por fenômenos naturais, como alucinações, ilusões de ótica ou sugestão.

Conclusão

Apesar das teorias e explicações sobre o doppelganger, o fato é que esse fenômeno ainda é um mistério que intriga muitas pessoas. A ideia de ter uma cópia exata de si mesmo, capaz de aparecer em momentos inesperados e até mesmo influenciar o curso da vida, é fascinante e assustadora ao mesmo tempo.

Além disso, o doppelganger também é um tema recorrente em muitas obras de ficção, incluindo filmes, séries de TV, livros e jogos. Em algumas histórias, o doppelganger é retratado como um ser maligno que tenta assumir o lugar da pessoa original, enquanto em outras, ele é visto como um aliado ou guia espiritual.

Independentemente de como o doppelganger é retratado na ficção, o fato é que ele continua sendo um fenômeno intrigante e misterioso na vida real. Afinal, quem não gostaria de encontrar sua própria cópia idêntica e descobrir o que ela tem a dizer sobre a vida?

Em resumo, o doppelganger é um fenômeno sobrenatural que envolve a aparição de uma cópia exata de uma pessoa. Embora muitas teorias tenham sido propostas para explicar esse fenômeno, ele continua sendo um mistério para muitas pessoas. Seja um sinal de morte iminente, uma projeção astral ou uma manifestação da sombra da personalidade, o doppelganger é um tema fascinante que continuará a intrigar e assombrar as mentes humanas.

Perfil mundosombrio face 3 com letra fundo preto 1 scaled • mundo sombrio
Mundo Sombrio

Histórias de Terror, Lendas Urbanas, Creepypastas, Relatos Sobrenaturais, Vídeos e muito mais. Mundo Sombrio: O Melhor do Terror para Você!

Siga-nos no Instagram e no Facebook também!

Escolhidos Para Você

Deixe um Comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados pelo Mundo Sombrio.

sitemundosombrio@gmail.com

Mundo Sombrio © 2015 Todos os Direitos Reservados

Bloqueador de Anúncios Detectado

Os anúncios nos ajudam a manter o site no ar e trazer sempre mais terror para vocês. Por favor, desative o seu bloqueador de anúncios!