Os Bilhetes

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
os bilhetes história de terror mundo sombrio

‘Os Bilhetes’ é uma história de terror sobre uma garota que se encontra sozinha em casa e passa a ver mensagens assustadoras deixadas para ela por toda a casa.

Certa noite, uma adolescente chegou da escola e encontrou a casa vazia. Sua mãe havia deixado um bilhete na geladeira para ela. Dizia que o pai estava trabalhando até tarde, a mãe tinha ido fazer compras e os irmãos mais novos estavam no treino de futebol, ou seja, ela estava sozinha em casa.

A garota trancou a porta da frente, só por precaução. Então, ela colocou o celular na mesa do corredor, pendurou as chaves em um gancho e subiu para o quarto para trocar de roupa. Enquanto se despia, viu um outro bilhete em sua cama. Ela pegou e olhou para a mensagem.

Dizia: “Tem alguém na casa”.

Ela achou que eram seus irmãos mais novos brincando com ela, então amassou o papel.

“OK, moleques! Muito engraçado”, disse ela. “O que aconteceu? Vocês dois perderam o treino de futebol?”

Mas ninguém respondeu.

“Ei, eu sei que vocês estão aqui!”, ela gritou. “Se eu descobrir que vocês mexeram nas minhas coisas de novo, estão mortos!”

A menina desceu as escadas para a cozinha para preparar um lanche. Quando ela abriu a geladeira, descobriu outro bilhete.

Dizia: “Não há ninguém aqui além de você e eu”.

Ela deixou cair o bilhete e disse: “Ei, pessoal, isso não tem mais graça. Parem já com isso!”

Mas ela continuou sem respostas.

A garota foi até a porta da frente e tentou abri-la, mas estava trancada. Ela se virou para pegar as chaves, mas o gancho em que as pendurara estava vazio. Então, a garota olhou para a mesa do corredor e viu que seu celular também havia desaparecido. Na mesa, havia outro bilhete.

Dizia: “Você não vai a lugar nenhum!”

Ela gritou e pegou o telefone fixo para ligar para a polícia. Só que ele estava mudo, sem sinal de linha. Ela pegou o fio telefônico e, para seu horror, percebeu que ele tinha sido cortado. Em baixo do telefone fixo, havia outro bilhete.

Dizia: “Sem telefone, sem polícia, sem saída!”

Tremendo de medo, a garota correu direto para a porta dos fundos. Quando ela tentou abrir a porta, descobriu que também estava trancada. Nesse momento, ela viu outro bilhete preso na porta dos fundos.

Simplesmente dizia: “Olhe para cima!”

Então ela olhou para cima e viu seu gato de estimação espetado no coração e preso no teto com uma faca de cozinha. Ela gritou de terror e correu para a janela mais próxima. Ela tentou dar um soco e chutá-la, mas não conseguiu quebrar o vidro. Nem iria quebrar. Havia um bilhete na janela.

Dizia: “Você não consegue ficar quieta, não é mesmo?”

A menina assustada tentou desesperadamente pensar no que deveria fazer. Ela precisava de uma faca para se defender. Então correu para a cozinha, mas quando puxou a gaveta, ela estava vazia. Todas as facas se foram, e em seu lugar havia outro bilhete.

Dizia: “Crianças não devem brincar com coisas afiadas!”

Ela correu para o quarto e trancou a porta. Olhou dentro do armário e debaixo da cama. Não tinha ninguém lá. Ela deu um suspiro de alívio. Então, de repente, a TV ligou sozinha. Aparecia a estática e em um volume bem alto e, na tela, ela encontrou outro bilhete.

Dizia: “Agora eu tenho você onde quero!”

A garota entrou em pânico e começou a gritar e gritar: “Socorro! Socorro! Alguém me ajude!”

Nesse momento, lembrou-se do seu notebook. Ela abriu a tampa e rapidamente enviou um e-mail para sua melhor amiga:

“SOCORRO! ISTO NÃO É UMA PIADA! CHAMA A POLÍCIA! Tem alguém na minha casa!

Minutos depois, ela ouviu o som de sirenes do lado de fora. A polícia chegou e arrombou a porta da frente. Dois policiais invadiram seu quarto e a encontraram-na encolhida no canto tremendo de medo.

A polícia revistou a casa inteira de cima para baixo, examinando todos os cantos e recantos, mas não encontraram ninguém. Enquanto um dos policiais estava entrevistando a garota, viu um bilhete colado nas costas dela. Ele puxou e entregou a ela.

Dizia: “Eu estava tão perto…”

Leia Mais Histórias de Terror Assustadoras
Mundo Sombrio

Mundo Sombrio

Histórias de Terror, Lendas Urbanas, Creepypastas, Relatos Sobrenaturais, Vídeos e muito mais. Mundo Sombrio: O Melhor do Terror para Você!