O Quadro no Sótão [Relato Sobrenatural] - Mundo Sombrio

O Quadro no Sótão [Relato Sobrenatural]

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Estou convencida de que a casa em que vivi durante meu primeiro ano de faculdade era assombrada. Eu também juro que tudo o que contarei aqui é 100% verdade. Eu não costumo falar sobre o assunto, porque parece ridículo, mas aconteceu e não consigo explicar.

A casa tinha uns 120 anos de idade. Meu quarto tinha uma porta que dava para o sótão e eu deixava sempre ela trancada. Eu tinha quatro outros colegas de quarto e eles sempre juraram que não estavam brincando comigo.

Certo dia, eu estava deitada na cama e ouvi um estrondo super barulhento atrás da porta do sótão. Peguei minha companheira de quarto e abrimos a porta juntas. Na parte inferior da escada estava uma pintura antiga de uma senhora. Ficamos muito assustadas. Ninguém nunca tinha visto aquela pintura antes, na verdade, ninguém nunca foi naquele sótão assustador.

Colocamos a pintura no canto do sótão de onde ela não pudesse cair mais e esquecemos do acontecido.

Alguns meses depois, aconteceu de novo. Não sabia se era sonho, então resolvi ir conferir e, mais uma vez, abri a porta e encontrei a pintura jogada ali ao pé da escada.

Desta vez, resolvi mudar a pintura para o porão. Havia algumas prateleiras e eu a joguei no fundo da prateleira superior.

Mais alguns meses se passaram e, mais uma vez, tarde da noite, ouvi o estrondo atrás da porta do sótão. Eu pensei comigo mesmo: “De jeito nenhum! Não pode ser possível!”.

Agarrei minha colega de quarto novamente e abri a porta. Aquele maldito quadro estava, de novo, no pé da escada.

Eu não entendo como. A porta do meu quarto ficou trancada, bem como a porta do sótão. Meus colegas de quarto não poderiam ter entrado lá para fazer alguma brincadeira. Eu realmente não consegui entender aquilo.

Leia Também:  A Menina do Vestido Azul [Relato Sobrenatural]

Depois da terceira vez que aconteceu, fizemos uma fogueira e jogamos aquela porcaria pra que pegasse fogo e fosse direto pro inferno. Felizmente, toda essa coisa assustadora parou por aí. Eu me mudei da casa assim que o contrato terminou.

Não sei explicar o que aconteceu, só sei que foi aterrorizante e ninguém no mundo me convenceria a voltar pra lá.

Compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no tumblr

Segue a Gente

Scroll Up

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência no nosso site. Se estiver de acordo clique em ACEITAR, mas se estiver em dúvida, leia nossa Política de Privacidade.​

Pesquisa