Conheça a história de Abyzou, o demônio feminino mais temido da história

por Mundo Sombrio
681 visualizações

Se alguém te perguntar sobre um demônio, com certeza você vai falar sobre Lúcifer, é o que vem na cabeça da maioria das pessoas, mas você não falaria sobre Abyzou. Samael, Abaddon, Agares, Cain e Gamigin são outros nomes de demônios que podemos citar. Mas, vocês já perceberam que todos eles são demônios masculinos?

Pois bem, mas que tal um demônio feminino? De acordo com mitos e folclores do Oriente Médio e Europa, ele era um demônio feminino. Pelo fato de ser infértil, era tomado pela inveja e rancor. E qual seria a melhor maneira de se vingar? Pois bem, essa e outras curiosidades sobre esse demônio nós vamos mostrar para vocês no conteúdo dessa matéria.

Abyzou, o Terrível demônio que atormenta mulheres

Seu principal alvo são crianças, mulheres grávidas e virgens. Ela ataca suas vítimas consumindo todo seu sangue e leite, fazendo com que mulheres abortem por impedir a nutrição do feto. É provável que ela também faça suas vítimas ficarem estéreis.

No Testamento de SalomãoAbyzou também leva o crédito por causar danos nos olhos, ouvidos e gargantas de suas vítimas, além de leva-las à um quadro de insanidade. Conta-se que ela nunca dorme e tira a vida de pelo menos uma criança a cada noite.

O demônio abyzou
O Demônio Abyzou

Porém Abyzou pode ser controlada. Encatamentos descritos nos grimórios de Salomão dizem que, se feitas corretamente as pedições aos arcanjos Miguel e Raphael, estaremos protegidos do demônio. O encantamento é relativamente simples: basta escrever o nome de Raphael em um pedaço de papiro quando uma mulher entra em trabalho de parto. Diz-se que Abyzou fugirá ao ver tal encanto.

Em um texto relacionado à magia, o arcanjo Miguel confronta Abyzou e a obriga a dizer-lhe os 40 nomes que podem controlá-la. Na prática mágico-religiosa, conhecer o nome secreto de uma entidade, força divina ou demônio oferece poder sobre essa entidade.

No Testamento de Salomão, o próprio demônio declara que ela tem dez mil nomes e formas, e que Rafael é sua antítese. Ela diz que se seu nome estiver escrito em um pedaço de papiro quando uma mulher está prestes a dar à luz, “Eu vou fugir deles para o outro mundo.”

A Origem do nome de Abyzou

O nome mais comum realmente é Abyzou, mas também podemos encontrar outros nomes referentes ao mesmo demônio. Na tradição judaica ela é conhecida como Lilith, no Egito como Alabasandria e na cultura bizantina como Gylou.

O nome Abyzou parece estar relacionado ao “mar primitivo”, do qual os mitos sumérios falam. Assim como vários outros demônios, ela teria saído das profundezas. Abyzou também poderia ser uma junção da palavra grega “abyssos” (abismo), que viria do conceito mesopotâmico “Abzu”, um mar caótico e escuro que existia antes da criação. Então, esse demônio teria saído do mar, do poço profundo do inferno, pronto para fazer o mal.

O demônio abyzou
O Demônio Abyzou

Para controlar Abyzou, segundo o livro de Salomão, era preciso pedir para os arcanjos Raphael e Miguel, e assim as pessoas ficam protegidas desse demônio. Basta escrever o nome de Raphael em um pedaço de papiro quando uma mulher entrar em trabalho de parto.

Variantes sobre o nome de Abyzou aparecem frequentemente em encantos em línguas como grego antigo, hebraico e romeno.

demônio feminino aparece freqüentemente em textos mágicos sob seu nome babilônico Gyllou ou Gylou. Em um conto grego do tempo de “Trajan, o Rei“, Gyllou sob tortura revela seus “doze nomes e meio“:

“Meu nome primeiro e especial é chamado Gyllou; O segundo Amorphous; O terceiro Abyzou; O quarto Karkhous; O quinto Brianê; O sexto Bardellous; O sétimo Aigyptianê; O oitavo Barna; A nona Kharkhanistrea; O décimo Adikia; o décimo segundo Myia; O Petomene é o meio.  “

Nos textos medievais, um dos doze nomes e meio de Gylou é dado como Anabardalea, um nome também associado com Abyzou.

Sob o nome Gello, o demônio aparece em um fragmento da poesia de Sappho.

Siga-nos no Instagram e no Facebook também!

Escolhidos Para Você

1 comentário

Luiz carlos tavares 31 de janeiro de 2023 - 15:07

Adorei a página,parabens! É interessante como algumas historias e lendas sao contadas em outros lugares com pequenas modificaçoes. Um exemplo é a do forcado ou garfo de feno. Quando garoto ouvi uma historia muito parecida ocorrida no interior do RS. Um abraço!

Responda

Deixe um Comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados pelo Mundo Sombrio.

[email protected]

Mundo Sombrio © 2015 Todos os Direitos Reservados

Bloqueador de Anúncios Detectado

Os anúncios nos ajudam a manter o site no ar e trazer sempre mais terror para vocês. Por favor, desative o seu bloqueador de anúncios!