La Mona, a bruxa que rasteja e assusta o povo Guanacaste

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
la mona mundo sombrio

Muito se pode dizer sobre as lendas latino-americanas, mas se buscarmos conhecer parte dos contos orais da cultura costarriquenha “La Mona” é uma das criptídeos – espécie animal misteriosa

Muito se pode dizer sobre as lendas latino-americanas, mas se buscarmos conhecer parte dos contos orais da cultura costarriquenha “La Mona” é uma das criptídeos – espécie animal misteriosa que não foi investigada pela ciência e pode ser pura especulação ou mitologia – mais representativa e inserida nas experiências de milhares de costarriquenhos e seus ancestrais.

A lenda conta que nas noites quentes de Guanacaste, perto da meia-noite e sempre sob a lua cheia, uma mulher de aparência horrível espreita aqueles que andam pelas estradas escuras. Se alguém se atrever a olhar para ela, descobrirá uma mulher com rosto de macaco, de baixíssima estatura, toda coberta de pelos, e seus olhos, vermelhos e penetrantes, farão até os mais valentes sentirem um terror indescritível.

Às vezes, ousa pular nos telhados das casas para assustar os moradores com seus gritos e arranhões nas paredes, muitas vezes enviada para atormentar alguém em particular, outras vezes só resolve aterrorizar o primeiro cristão que aparece em seu caminho.

Diz-se que essa mulher é uma bruxa que se transforma noite após noite, para sair para fazer suas travessuras sob o manto das estrelas. Esse personagem é uma mistura cultural, originada do povo Chorotega, que combinou e baseou suas histórias nas crenças dos nahuales (culturas asteca e maia) e nas tradições coloniais relacionadas às bruxas europeias.

Moradores, especialmente pessoas mais velhas, explicam que para combater La Mona, a vítima deve superar seu medo e dizer em voz alta orações cristãs contra ela, enfiar uma cruzeta (um facão em forma de cruz) no chão, lançar um punho de milho , sementes de mostarda ou sal e, finalmente, jogue o chapéu com a face para cima. Dizem que isso obrigará La Mona a pegar os grãos, sem parar até que ela reverta seus feitiços e jure nunca mais assombrar ninguém.

Dizem que isso obrigará La Mona a pegar os grãos, sem parar até que ela reverta seus feitiços e jure nunca mais assombrar ninguém.

Veja o Vídeo Abaixo sobre a Lenda de ‘La Mona’

Arte da capa: La Mona, Pablo Zúñiga – ArtStationartstation.com

Mundo Sombrio

Mundo Sombrio

Histórias de Terror, Lendas Urbanas, Creepypastas, Relatos Sobrenaturais, Vídeos e muito mais. Mundo Sombrio: O Melhor do Terror para Você!