Annie Lindsay, O Fantasma da Ilha Seal

Annie Lindsay, O Fantasma da Ilha Seal

A Ilha Seal está localizada na parte mais externa do sudoeste da Nova Escócia, no condado de Yarmouth. Uma ilha que não é apenas o lar de um dos mais antigos faróis de madeira do Canadá, mas também é o lar de um fantasma chamado Annie.

Antes de alguém viver na Ilha, marinheiros naufragados com a sorte de terem chegado vivos em suas costas muitas vezes morreram de fome e exposição durante os rigorosos meses de inverno. Nos primeiros anos do século XIX, uma tradição sombria da primavera havia evoluído, quando pregadores e moradores de Yarmouth e Barrington vieram à ilha para encontrar e enterrar os mortos.

Havia muita preocupação com a perda de vidas (em uma ocasião, 21 pessoas foram enterradas em covas rasas em um único dia) e em 1823, duas famílias, os Hichens e os Crowells se estabeleceram na ilha na esperança de ajudar as infelizes almas lançadas em terra durante as tempestades de inverno.

seas a

A história de Annie começa em 31 de outubro de 1891, quando o recém-construído navio SS Ottawa, estava em viagem de Londres, Inglaterra, para Saint John, New Brunswick.

A noite estava escura, com muita chuva, e soprando um forte vendaval vindo do sudoeste, com forte quebras do mar no litoral. Aparentemente, a luz elétrica ficou oscilante naquele dia, e embora a luz da Ilha Seal estivesse à vista por cerca de uma hora, o Ottawa encalhou.

O navio atingiu Blonde Rock às 5 da manhã de domingo, 1º de novembro, durante a maré baixa. Assim que a embarcação bateu, um grande buraco foi feito no compartimento do motor, e a máquina a vapor começou a encher com a subida da maré.

Leia Também:  Próximo 'Atividade Paranormal' vai assombrar os cinemas em 4 de março de 2022!

Com sua popa submersa, os botes salva-vidas foram lançados, e em um desses barcos estavam três homens e a Sra. Annie Lindsay.

Quando o barco estava a cerca de dois metros do navio, uma enorme onda o virou, jogando seus passageiros para o mar e prendendo-os todos debaixo do barco, exceto por um homem que conseguiu subir na quilha. Depois de alguns minutos, um outro companheiro também conseguiu subir na quilha, deixando Annie Lindsay e o outro homem presos sob o barco.

Marés fortes e ondas dificultaram para que o outro bote salva-vidas resgatassem aqueles na água, porém as ondas eram tão fortes que elas mesmas viraram o barco para cima novamente, e os dois que estavam presos abaixo dele voltaram a entrar no bote.

Surpreendentemente, o homem que estava preso sob o barco conseguiu sobreviver, mas Annie estava morta. Depois de sete horas remando forte contra o vento e o mar, a tripulação do malfadado Ottawa chegou em segurança à Ilha Seal.

Annie Lindsay foi enterrada ao lado da igreja de East End, e seu túmulo foi marcado nos últimos anos por uma lápide de concreto feita pela família do faroleiro. Alguns acreditam que quando o caixão foi mais tarde desenterrado, mostrou evidências de que ela tinha sido enterrada viva.

Seu fantasma foi visto muitas vezes vagando na ilha. Seu espírito fica na costa olhando ameaçadoramente para o mar antes de desaparecer.

Será que Annie está fadada a reviver aquele fatídico dia várias vezes? Com tantas vidas perdidas na Ilha Seal, Annie provavelmente não está sozinha.

COMPARTILHE ESSE POST

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Posts Recentes

Ritual Macabro

Já era noite quando quatro amigos chegaram à uma cabine nas montanhas geladas de Montana nos Estados Unidos que alugaram

Leia Mais

Parceiros