Corpo-Seco | A Lenda Reencarnada do Próprio Mal

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no tumblr

Segundo a lenda brasileira, o “Corpo-Seco” teria sido em vida um homem que brigava muito e espancava a própria mãe.


Devido a incrível maldade que havia dentro dele, assim que morreu, virou uma criatura maligna que costuma ficar camuflada nos troncos das árvores só a espera de alguma criança malcriada que passasse distraída perto dele.

Dizem que apesar de sua maldade, o Corpo-Seco, que também é conhecido como Unhudo, teria se arrependido de ter maltratado a mãe e, por essa razão, ele pune todas as crianças que demonstrem teimosia ou que respondam para suas mães. Talvez tivesse vindo daí o ditado popular que diz:

Quem bate na mãe fica com a mão seca

Um pouco da Lenda do Corpo-Seco

Existe também outra teoria sobre a origem do Corpo-Seco que diz que ele teria sido, em vida, um homem muito egoísta e mesquinho, que cultivava uma variedade enorme de frutas e grãos em sua fazenda.

Mas após uma época de estiagem, em que diversas pessoas estavam passando fome, conta-se que o fazendeiro se negou a dividir seu grande estoque de mantimentos.

Leia Também:  Toire no Hanako-san [Lenda Japonesa]

Os populares então se revoltaram e, em meio a briga, o fazendeiro acabou morrendo vítima de um enfarto.

Porém mesmo morto, sua alma não teve descanso.

Sua raiva só aumentou e acabou por se transformar em uma criatura cruel e vingativa.

Diz a lenda, que a criatura fica nas matas a espera de qualquer um que cruze seu caminho. Jamais deixa que outras pessoas se aproximem de árvores frutíferas, as quais ele considera serem sempre de seu antigo pomar.

Corpo-Seco por Mari Morgan
Corpo-Seco por Mari Morgan

A lenda do Corpo-Seco está por todo o Brasil, principalmente nos Estados do Amapá, Paraná, Amazonas e Minas Gerais.

Existem ainda alguns países de língua portuguesa que também cultuam essa lenda.

No interior de São Paulo a lenda ganhou um certo toque “vampiresco”.

Dizem que o cadáver fica camuflado em meio a mata caçando pessoas desavisadas.

Quando o infeliz passa ao seu lado, a entidade suga todo o seu sangue transformando-o em um Corpo-Seco também.

Se ninguém passar perto da entidade por muito tempo, ela morre de fome e fica igual à uma árvore seca.

Leia Também:  Romãozinho 'A Criança Maldita' [Lenda Brasileira]

Por essa razão que existem muitas árvores mortas com aspectos humanos.

Outra variação da Lenda

Já em Ituiutaba, Minas Gerais, há uma outra variação da lenda.

Dizem que o corpo de uma mulher enterrada no cemitério municipal, não permanecia no fundo da cova por algumas horas.

Segundo os mesmos, a terra sempre expulsava o corpo pra fora do túmulo.

Corpo-Seco | A Lenda Reencarnada do Próprio Mal 1

Era como se a terra não quisesse o corpo da mulher.

Os bombeiros teriam sido chamados e na falta de uma explicação (e de uma solução), os bombeiros levaram o corpo da mulher para uma caverna que fica em uma serra ao sul do município, e deixaram o corpo lá para seu descanso eterno.

Mas, segundo os moradores que ousam andar pela estrada de terra que fica à margem da serra, dá para escutar lamentos e gritos de mulher vindos de dentro da caverna.

A serra onde se encontra a caverna ficou conhecida como a “Serra do Corpo-Seco”.

Mundo Sombrio

Mundo Sombrio

Histórias de Terror, Lendas Urbanas, Vídeos, Creepypastas e muito mais. Mundo Sombrio: O melhor do Terror pra você!

Deixe um Comentário

Outros Posts

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Login

Faça o Login para ter acesso à muitas novidades no nosso site!

[ihc-login-form]

Pesquisa