Conheça Mais sobre Demonologia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no tumblr
Você já ouviu falar em Demonologia? Sabe do que se trata? Com certeza é um assunto um tanto curioso, e muitas vezes motivo de medo para muitas pessoas, afinal o desconhecido é sempre amedrontador!

Se você nunca ouviu falar de demonologia, ou não sabe ao certo do que se trata, confira as próximas linhas e fique por dentro!

O que é a Demonologia?

Toda religião possui uma estrutura completa, em que se conta a história de sua origem e personagens envolvidos, o que não é diferente quando falamos de demonologia, que é o estudo das características e história dos demônios em diferentes religiões.

O termo demônio vem, do grego fazendo referência ao poder de almas boas e más. A demonologia estuda e investiga a fundo todas os relatos ao longo da história sobre esses seres maléficos. Esse estudo iniciou-se pelo fato de que a bíblia não relata como funciona a estrutura organizacional desses seres.

As investigações dos teólogos da demonologia iniciaram quase junto com o cristianismo, e no século V, foi concluído por esses que Satanás possui a aparência quase que idêntica ao Deus Grego Pã, com sua pele avermelhada, rabos e chifres.

Demonologia nas diferentes Religiões

Os demônios mais conhecidos são os judaicos, conhecidos por católicos, judeus e cristãos. No alcorão esses seres são citados como os Jinn, pelos moradores da Península Arábica.

Já para o Islamismo, Satanás é Iblis. Os muçulmanos acreditam que os Jinn, surgiram a partir da crença judaica de que Lúcifer (Satanás) teria levado consigo um terço dos anjos de Deus.

Leia Também:  Boneco Robert | A Verdadeira História do Boneco Possuído

Os Hindus acreditam que os demônios são espíritos em diferentes níveis evolutivos, ou seja, iniciam como espíritos maus até evoluírem ao estágio máximo de maldade, chegando a ser classificados como demônios.

Os “Butas” são espíritos que estão vagando perdidos pela noite e confundindo os viajantes, sendo esses de nível inicial. Os “Pisacas” são os classificados como demônios, tendo sua pele escura, olhos avermelhados e alimentam-se de carne humana.

Os Demônios no Cristianismo

Para a cultura cristã, tratam-se de seres de trevas que não podem ser destruídos por humanos, apenas por anjos. Entre eles: Beelzebuub, Lilith e Naamah.

Judeus, Protestantes e Católicos acreditam que os demônios um dia foram anjos que se rebelaram contra Deus e foram aprisionados nessas formas. Estes devem ficar assim até o Juízo final, onde ocorrerá a grande batalha e vitória de Cristo.

Essa punição ocorreu, após a batalha entre Deus e Satanás. Este, então conhecido como Lúcifer (Anjo de Luz), que depois da derrota foi enviado ao inferno junto com os seus apoiadores e aprisionados em forma de demônios.

Leia Também:  As 5 Maiores Besteiras Que Personagens Fazem em Filmes de Terror

Assim como os anjos, os demônios não possuem sexo, apesar de possuírem características que parecem os diferenciar dos homens. Ambos também não podem procriar, mas os demônios podem fazer sexo quando incorporados em corpos de animais ou humanos.

Consequentemente, muitas pessoas acreditam que realizando rituais, é possível transformar-se em demônio, o que é totalmente equivocado. Então, isso não é possível, assim como demônios não podem se tornar humanos.

Certamente, uma coisa é unânime em todas as religiões, todas elas acreditam que eles são seres muito inteligentes, ao ponto de enganarem qualquer ser humano, além de outros demônios, porém, não o Lúcifer.

O que você achou sobre a Demonologia? Bem legal né? Deixa sua opinião aí nos comentários! Abraços Sombrios!

Mundo Sombrio

Mundo Sombrio

Histórias de Terror, Lendas Urbanas, Vídeos, Creepypastas e muito mais. Mundo Sombrio: O melhor do Terror pra você!

Deixe um Comentário

Outros Posts

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Login

Faça o Login para ter acesso à muitas novidades no nosso site!

[ihc-login-form]

Pesquisa