Um Fantasma Ressentido

Um Fantasma Ressentido relato sobrenatural mundo sombrio

Tudo começou no primeiro dia em que Michelle e sua família se mudaram para uma casa com um contrato de dois anos. Michelle estava ocupada desempacotando e montando os vários quartos. Sabendo que todos precisariam de algum tempo para descansar de todo o trabalho, ela montou a sala da família com a televisão. Precisando de um breve descanso, Michelle posicionou uma cadeira na frente da TV e sentou-se.

Minutos depois de sentar, ela sentiu uma compulsão em continuar olhando para a esquerda e teve uma visão fugaz de uma idosa no chão, pedindo ajuda. Michelle não tinha explicação para a visão estranha, então ela tentou tirar aquilo de sua mente e continuar com as muitas tarefas que tinha ainda por fazer.

Os pensamentos sobre a velha no chão voltaram, no entanto. “Isso acontecia toda vez que eu sentava na sala da família”, diz ela. “Eu até reorganizei o quarto, mas toda vez que me sentava eu tinha esse pensamento ou visão de uma velha senhora no chão precisando de ajuda para se levantar, como se ela tivesse caído.”

Um Fantasma Ressentido relato sobrenatural mundo sombrio 2 Um Fantasma Ressentido

Brincadeiras Irritantes

As visões logo deram lugar a mais manifestações físicas, e não apenas na sala da família. Várias vezes enquanto Michelle dirigia sozinha em seu carro, ela sentia a parte de trás do banco do motorista sendo chutada, como se alguém estivesse no banco de trás propositalmente tentando irritá-la. “Várias vezes eu estava concentrada e pensava que poderia ser um dos meus filhos”, diz ela, “até perceber que nenhuma criança estava junto comigo.”

Houve também aquele estranho incidente com um CD. Michelle só tinha 10 CDs de música em seu carro e tinha um favorito em particular que ela costumava ouvir. “Tinha uma música lá que falava de vodu”, diz ela. (Michelle sempre teve um fascínio por muitas áreas do paranormal.) “Comecei a notar a conexão – aquela música e o assento sendo chutado.”

Um dia o CD desapareceu do carro. Michelle procurou em todos os lugares do carro: no CD player, no porta-CD, no chão, sob os bancos, até mesmo na parte de trás do carro. Mas o CD favorito dela tinha sumido. “Depois de muito tempo que esqueci disso”, Michelle lembra, “uma manhã eu saí para o meu carro, entrei – e o CD, há muito perdido, estava sobre o console central do carro.”

Outras Vítimas

Michelle não foi a única vítima dessas brincadeiras inexplicáveis. Na verdade, a atividade estava aumentando além de apenas brincadeiras. Uma manhã, durante a agitação habitual de levar todos para a escola e o trabalho, uma das filhas de Michelle foi para o porão para tirar roupas da secadora. Enquanto ela fazia isso, algo a beliscou bastante forte no ombro.

Michelle só ouviu a queixa de sua filha, assumindo que a menina estava sendo excessivamente dramática sobre uma pontada muscular que todos nós sentimos de vez em quando. Mas depois que todos saíram de casa, a própria Michelle foi ao porão buscar roupas da secadora quando sentiu um forte beliscão na parte de trás do braço.

“Na verdade, fui beliscada, o que me deixou com uma marca vermelho vermelha”, diz Michelle. “Eu imediatamente procurei por um inseto ou qualquer coisa que poderia ter causado isso. Nada. Então eu lembrei do que minha filha tinha dito antes.”

Esse tipo de agressão pessoal por algo desconhecido tornou-se cada vez mais frequente. Mais tarde, no mesmo dia, Michelle estava lavando a louça quando sentiu novamente um beliscão considerável – agora em seu ombro, assim como sua filha experimentou no porão. Não era só a imaginação dela. Michelle checou o ombro no espelho e encontrou uma marca vermelha e um arranhão.

As coisas ficaram calmas por cerca de uma semana, até certa noite quando ela e sua família estavam assistindo a um programa de TV. Aconteceu de ser um daqueles reality shows paranormais, e uma de suas filhas comentou de forma dissimulada que seria muito legal ser uma bruxa. “Eu colocaria feitiços em pessoas que eu não gosto”, disse ela.

Este comentário arrancou risos da família. Mas então a menina de repente fugiu da cadeira segurando a parte de trás de sua cabeça. Ela estava claramente aterrorizada. “Mãe, eu fui beliscada na cabeça!”, Disse ela.

Michelle rapidamente corre até a menina para olhar. “Eu separei o cabelo dela, e com certeza ela tinha aquele vergão vermelho no couro cabeludo.”

Vindo do Porão

Mais recentemente, Michelle estava sozinha em casa uma noite, enrolada na sala, em uma cadeira reclinadora com um laptop lendo vários artigos na internet. Ela se deparou com um artigo sobre vodu, um assunto que a interessou bastante.

Depois de ler os primeiros parágrafos, ela começou a ouvir o som de alguém pisando nos degraus do porão! “Eu só me lembro de estar aterrorizada e instantaneamente fechei o laptop, me sentindo como uma criança que está fazendo algo que não deveria”, diz ela. “Eu sabia que ninguém estava na casa, muito menos no porão, que tinha barras nas janelas.”

Os dois cachorrinhos de Michelle, que estavam dormindo na cadeira com ela, imediatamente reagiram ao barulho. Eles se levantaram e olharam para a cozinha, onde a porta do porão estava. Não foi a imaginação inspirada em vodu da Michelle. O cabelo nas costas dos cães levantou-se enquanto olhavam atentamente para a porta do porão. A cadeira da Michelle estava de costas para a cozinha, então o que quer que fosse, estava atrás dela.

“Eu estava congelada naquela cadeira”, admite Michelle. “Eu só conseguia olhar para a frente e sentia algo por trás de mim.”

Os cães começaram a latir freneticamente. Depois de cerca de 45 segundos aterrorizantes, sem saber o que poderia estar subindo as escadas e pela porta do porão, Michelle finalmente conseguiu gritar: “Saia daqui! Agora!”

Em um momento, Michelle sentiu que “aquilo” estava recuando. A pisada parou e os cães pararam de latir e apenas ficaram olhando, inclinando suas cabeças para a frente com curiosidade. Sentindo-se mais calma, ela acalmou os cães, dizendo-lhes que estava tudo bem e para se deitarem. Eles se deitaram, mas mantiveram a atenção na cozinha.

Para aliviar seus próprios medos com uma distração, Michelle ligou a TV, sentada lá, mas tentando reunir coragem para levantar da cadeira. Quando ela finalmente o fez, os cães a seguiram de perto indo atrás dela. Michelle atravessou a cozinha e lentamente abriu a porta do porão. Não havia nada, mas os cães não paravam de olhar escada abaixo direto para a escuridão.

“O que foi ainda mais assustador foi no dia seguinte”, diz Michelle. “Os cães caminhavam vez ou outra até as escadas e olhavam para baixo novamente.”

A Velha

Michelle começou a se perguntar se havia uma razão para essa atividade paranormal. Pouco depois deste último incidente, ela se aproximou de um vizinho e perguntou sobre o morador anterior. O que o vizinho disse a Michelle a chocou… mas tudo fazia todo o sentido agora.

A moradora anterior era uma idosa alemã, disse o vizinho, que era uma católica rigorosa, bastante severa e bastante hostil. Ela era viúva e morava sozinha na casa. Um dia, a idosa caiu e não conseguiu se levantar.

Um Fantasma Ressentido relato sobrenatural mundo sombrio 3 Um Fantasma Ressentido

Ela ficou deitada no chão por quase um dia inteiro antes de conseguir ajuda. Claramente, essa foi a visão que Michelle teve na sala da família. A idosa foi transferida para um asilo e morreu pouco depois, o vizinho disse.

“A casa de alguma forma acabou em hipoteca, e uma empresa comprou barato e alugou para mim”, diz Michelle. “Tenho certeza que o espírito da velha se ressentia das minhas crenças e interesse no paranormal.”

Michelle e sua família se mudaram assim que o contrato acabou.

A crise econômica causada pelo COVID-19 causou uma queda maciça nas nossas receitas publicitárias. Por favor, considere mostrar seu apoio através de uma pequena doação em PayPal. Sua doação ajudará este site a continuar online nesses momentos difíceis e, dessa forma, continuar fornecendo a vocês conteúdos interessantes regularmente. Abraços Sombrios!

COMPARTILHE ESSE POST

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

error: Alert: Esse conteúdo está protegido!