As Crianças são Mais Propensas a serem Assombradas?

As crianças são mais propensas a ver o mundo espiritual? Faz sentido, e a maioria das pessoas que acreditam nisso lhe dirá que sim.
As Crianças são Mais Propensas a serem Assombradas mundo sombrio

Bebês e crianças pequenas muitas vezes são pegos olhando para uma área fixa logo acima de suas cabeças quando estão deitados em seus berços, falando sozinhas, rindo sozinhas ou brincando sozinhas. Talvez até estejam falando com anjos ou espíritos.

Curta o Mundo Sombrio no Facebook

Para ficar em contato e receber nossas últimas notícias

As crianças têm amigos imaginários, então não é tão difícil acreditar que alguns desses “companheiros imaginários” não são tão imaginários assim, mas sim espíritos enviados para vigiá-los ou fazer amizade com eles?

Muitos acreditam que crianças pequenas e bebês estão próximos do outro lado, tendo acabado de nascer, ou nascido recentemente, e por isso ainda estão conectados de alguma forma ao outro lado do véu. À medida que envelhecem, distrações do mundo material começam a substituir essa habilidade e acabam por perder a capacidade de ver e falar com seres invisíveis de outros mundos. Se eles estavam em sua forma espiritual antes de nascerem, talvez tivessem comunicação com entes queridos falecidos da mesma família antes de virem para o mundo físico.

Na maioria das vezes espíritos e crianças parecem ter uma amizade próxima. Houve relatos de fantasmas e espíritos confortando crianças durante eventos estressantes. No entanto, Hollywood nos ensinou que ver espíritos é ruim, errado ou deve ser assustador.

E, embora raramente, às vezes pode.

Poltergeists são manifestações na forma de batidas, baques, movimento de coisas, como portas ou persianas e até gavetas de cozinha abrindo e fechando sem ninguém tocar nelas. Há relatos de odores pútridos, e atividades elétricas inexplicáveis, como lâmpadas desligando e ligando sozinhas ou até explodindo.

Isso é tipicamente associado a uma mulher na casa com menos de 25 anos, e pesquisadores científicos que estudam ocorrências inexplicáveis como essas se inclinam para psicoquese subconsciente como explicação. Muitas vezes a jovem não está completamente ciente da correlação entre os acontecimentos e não é intencional, nada como o retrato hollywoodiano de, por exemplo, “Carrie” de Stephen King, onde ela estava muito ciente de que ela era a causa da destruição.

Psiquiatras e pesquisadores têm um conceito de que a atividade poltergeist decorre de problemas emocionais, como a incapacidade de expressar raiva. Em alguns casos, acredita-se que a atividade poltergeist associada a uma adolescente seja provocada por esquizofrenia. Quase sempre a atividade pára quando a garota amadurece. Um relato moderno (1800’s) e bem documentado deste tipo de atividade foi o famoso caso “Bell Witch” no Tennessee.

A diferença entre a atividade poltergeist e uma verdadeira “assombração” é que as ocorrências de poltergeist são desencadeadas pelo trauma de uma pessoa viva enquanto assombrar está relacionada com os espíritos de algum ser falecido. O medo e a raiva são ambos feitos de uma energia enorme. Quanto mais energia você colocar em uma atividade poltergeist, mais frequentes as ocorrências se tornarão.

Por causa da “abertura” das crianças, não é incomum que assombrações verdadeiras girem em torno delas. Enquanto a maioria dos casos de crianças e fantasmas são sobre algum parente que passou e permaneceu para ficar vigiando a família, às vezes o fantasma que se liga à uma criança tem intenções bem mais sombrias. Houve casos de crianças sendo atacadas por algo invisível apenas para que a família descobrisse que um indivíduo violento já viveu naquela casa.

Muitas vezes as crianças acham o paranormal divertido. Brincar de sessões e usar tábuas Ouija são muitas vezes vistos como uma distração durante uma festa do pijama. No entanto, muitas vezes espíritos sombrios ou mesmo forças demoníacas são chamados através destas atividades. Casos de posses de crianças são relacionados com o uso de um tabuleiro Ouija. Livrar a moradia e a criança desses espíritos e demônios normalmente se torna um longo e elaborado processo envolvendo exorcismos e vigilância constante.

Crianças que experimentam atividade paranormal são comuns. No entanto, por causa de sua imaginação ativa, é difícil dizer se eles estão realmente vendo um fantasma ou estão simplesmente brincando. Algumas maneiras de determinar se uma criança está experimentando uma assombração são:

– A criança tem conversas complexas com alguém que você não pode ver?
– A criança sabe coisas que uma criança simplesmente não saberia na idade dela?
– Peça à criança para perguntar ao fantasma sobre sua história. Eles te respondem coisas que não saberiam ou entenderiam na idade deles?

Se você determinou que seu filho está realmente sendo visitado por um fantasma, então o que você faz?

Uma assombração pode ser assustadora para você e para a criança. É importante que você seja uma influência sólida da qual a criança possa depender. Explique à ela o que está acontecendo. Na maioria das vezes, assombrações não resultarão em nenhum dano físico, e fantasmas normalmente obedecerão à criança.

Deixe a criança saber que se o fantasma está assustando-a, ela pode dizer-lhe com firmeza para ir embora. Fantasmas geralmente não tentarão manter um relacionamento com um indivíduo vivo que não queira se comunicar, então eles vão aderir aos pedidos feitos pela criança. A virtude mais importante para ter quando seu filho está sendo assombrado é a paciência. Com o tempo, a capacidade da criança de ‘ver’ o sobrenatural desaparecerá.

Normalmente, como a criança passa a estar mais exposta à vida cotidiana (escola, relacionamentos, etc.) sua capacidade de ver fantasmas diminui. Muitas vezes o fantasma está se comunicando com a criança porque o ele está precisando de algo. Ele precisa passar uma mensagem, ou precisa que algo seja feito que ele não foi capaz de fazer em vida. Uma vez que esta tarefa esteja completa, muitas vezes o fantasma passará para o outro lado e deixará a família e sua criança em paz.

COMPARTILHE ESSE POST
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

A crise econômica causada pelo COVID-19 causou uma queda maciça nas nossas receitas publicitárias. Por favor, considere mostrar seu apoio através de uma pequena doação em PayPal. Sua doação ajudará este site a continuar online nesses momentos difíceis e, dessa forma, continuar fornecendo a vocês conteúdos interessantes regularmente. Abraços Sombrios!

error: Alert: Esse conteúdo está protegido!