Portões do Inferno: Os 10 Lugares pelo Mundo onde eles estariam localizados

Vivemos em um mundo cercado por mistério e coisas inexplicáveis. Todos concordamos que são milhões de lugares mal-assombrados ao redor do mundo, desde casas mal-assombradas a hospitais, rodovias, cemitérios e a lista é infinita! Mas você sabia que entre todos esses lugares há vários em particular em todo o mundo conhecidos como os portões do inferno?

Esses são alguns dos lugares diabólicos que são conhecidos por esconderem os portões do inferno. Deixe-nos apresentá-lo a alguns desses locais abomináveis.

Os 10 locais onde estariam os Portões do Inferno

1. Stull – Condado de Douglas, Kansas

Não se deixe enganar por essa pequena cidade isolada, por mais que pareça tranquila e pacífica, ela tem uma história sombria por trás.

A história diz que nas noites de Halloween e durante o equinócio da primavera, “degraus” se abrem sob uma velha igreja que foi construída naquela área (até que foi demolida cerca de um ano atrás, talvez dois). A igreja era usada como um lugar para adorar o ocultismo e bruxaria nos últimos anos, se você for do tipo que busca esses “degraus” que dizem que o levam direto para o inferno, certifique-se e diga adeus porque você NUNCA mais voltará.

Portões do Inferno - Stull - Condado de Douglas, Kansas
Portões do Inferno – Stull – Condado de Douglas, Kansas

Além disso, atrás da igreja ficava uma velha árvore (até 1998) que era usada para enforcar mulheres acusadas de bruxaria (estilo Salém). Tanto a igreja quanto a árvore infame foram misteriosamente derrubadas por uma fonte anônima, que até hoje ninguém sabe quem foi.

Essas e outras histórias de assassinato, suicídio e destruição esperam por você em Stull.

2. Monte Osore – Península Shimokita, Japão

Catalogado como um dos lugares mais sagrados do Japão, o Monte Osore (conhecido como montanha em chamas ou monte do medo) marca uma das entradas para o inferno e também divide uma fronteira com o rio Sanzu.

O rio que, de acordo com a mitologia popular e as crenças budistas, é aquele que as almas mortas precisam cruzar para alcançar a vida após a morte.

Portões do Inferno - Monte Osore - Península Shimokita, Japão
Portões do Inferno – Monte Osore – Península Shimokita, Japão

Dependendo de quão bem você se saiu em vida, o rio determinará sua transição para chegar ao outro lado, aqueles que foram gentis transitam suavemente por uma ponte ou porto e aqueles que não se saíram tão bem são acompanhados por águas sujas e cheias de cobras e outros répteis.

A terra está carbonizada e cheia de poços borbulhantes com muita fumaça de enxofre, dando assim a impressão de um inferno. Diz-se que a terra também é guardada por “Jizo” porteiro do inferno e guardião das crianças. Diz-se que as estátuas estão por todo o lugar cheias de ofertas para ajudar os que partiram a entrar no céu.

3. Caverna de Diros – Península de Mani, Grécia

Diz-se ter sido a casa do governante do submundo “Hades” da mitologia grega. A caverna “Diros” está localizada bem na ponta do cabo Matapan. Originalmente o local da antiga cidade de Tenarus, onde os espartanos construíram templos de adoração que foram dedicados a vários deuses gregos e cometeram milhares de sacrifícios humanos como oferendas.

Portões do Inferno - Caverna de Diros - Península de Mani, Grécia
Portões do Inferno – Caverna de Diros – Península de Mani, Grécia

Em uma colina localizada não muito longe da caverna, encontra-se um templo dedicado especificamente ao deus dos mares “Poseidon”, de onde ele vigiava a porta da frente da casa do deus do Submundo, a fim de evitar quaisquer entradas ou interrupções. Agora há apenas um farol não utilizado que fica no mesmo lugar, mas ninguém sabe na verdade se há uma entrada real esperando para ser descoberta embaixo de tudo.

Leia Também: Conheça alguns dos Cemitérios mais Assombrados do Mundo
Leia Também: 5 Parques Assombrados para Você Visitar nas Férias

4. Purgatório de São Patrício – Condado de Donegal, Irlanda

Segundo as lendas ao longo da história, o local data do século V e foi o local onde Cristo mostrou a São Patrício uma caverna que se diz ser a entrada do purgatório.

Portões do Inferno - Purgatório de São Patrício - Condado de Donegal, Irlanda
Portões do Inferno – Purgatório de São Patrício – Condado de Donegal, Irlanda

Nos anos posteriores, foi convertido em um mosteiro que até hoje ainda existe. Visitantes regulares não são permitidos na ilha, mas há uma peregrinação anual de três dias onde as pessoas se reúnem e mostram sua devoção.

Alguns acreditam que o complexo monástico e seus monges são os que guardam a entrada.

5. Vulcão Hekla – Sul da Islândia

Um dos vulcões mais ativos da Islândia, Hekla foi apelidado durante a Idade Média pelos europeus de “A porta do inferno”. Quando as erupções começaram em 1104, transeuntes, navios e habitantes locais testemunharam como a terra se abria e a lava borbulhante fazia a impressão do próprio inferno pela montanha.

Portões do Inferno - Vulcão Hekla - Sul da Islândia
Portões do Inferno – Vulcão Hekla – Sul da Islândia

Moradores supersticiosos pensam que o vulcão também é o local de reunião onde bruxas fazerem suas ordens, já que o lugar dá uma sensação sinistra quando se está próximo. Relatos de figuras sombrias voando e emergindo do vulcão estão entre as histórias contadas pelos povos que vivem ao redor dele.

6. Cenotes Mexicanos – Tulum, Yucatan, México

Preenchidos com milhares de cavernas arqueológicas que ao mesmo tempo em nossa linha do tempo eram habitadas por povos pré-históricos (comumente conhecidos como homens das cavernas), os Cenotes são cavernas subaquáticas populares e bonitas feitas de calcário, cujos tetos mais tarde desabaram e se tornaram locais de sepultamento.

Portões do Inferno - Cenotes Mexicanos - Tulum, Yucatan, México
Portões do Inferno – Cenotes Mexicanos – Tulum, Yucatan, México

Uma pessoa desconhecida morreu lá anos atrás e agora apenas seu crânio encara os mergulhadores. A forma como o crânio se encontra, parece que está tentando sair da terra levantando-se dos mortos.

Por mais bonito que este lugar seja, nosso “homem caveira” não está sozinho, mais de 125 corpos jazem silenciosamente no fundo dos Cenotes, ninguém sabe como eles chegaram lá ou quem são essas pessoas, mas eles foram se acumulando ao longo dos anos.

7. Cidade Fantasma de Fengdu – Condado de Fengdu , China

Com santuários, templos e mosteiros dedicados à vida após a morte, a cidade fantasma de Fengdu é agora um destino turístico popular. Com dois mil anos de história, o nome da cidade vem da Dinastia Han Oriental.

Quando Yin Changsheng e Wang Fangping, (a combinação de seus nomes significa “Rei do Inferno”), que eram oficiais imperiais se tornaram “imortais”, o local se tornou uma espécie de porta para o submundo.

Portões do Inferno - Cidade Fantasma de Fengdu - Condado de Fengdu , China
Portões do Inferno – Cidade Fantasma de Fengdu – Condado de Fengdu , China

De acordo com as crenças chinesas, para que você passe para a próxima vida, três testes devem ser concluídos. Passe pela ‘Ponte do Desamparo’, apresente-se para julgamento diante de Yama, Rei do Inferno e fique em cima de uma pedra com um pé por três minutos.

8. Ploutonion na província de Hierápolis-Denizli, Turquia

Dedicado ao deus Plutão, o antigo local foi descoberto em 1965 por arqueólogos italianos.

A pequena caverna (grande o suficiente para caber uma pessoa por vez), tem escadas que descem onde você pode encontrar o sufocante gás dióxido de carbono. Muitas pessoas morreram inalando o gás pensando que era um mau presságio enviado pelo próprio Plutão para alertar as pessoas sobre a aproximação do submundo.

Portões do Inferno - Ploutonion na província de Hierápolis-Denizli, Turquia
Portões do Inferno – Ploutonion na província de Hierápolis-Denizli, Turquia

Rituais de sacrifício animal foram realizados aqui em homenagem a Plutão para não ressuscitar dos mortos. Agora as pessoas afirmam que qualquer animal que se atreva a passar por perto (mesmo pássaros) morre instantaneamente.

9. Castelo de Houska – Praga, República Tcheca

Um magnífico castelo de estilo renascentista com uma capela gótica e uma sala dos cavaleiros, foi construído no topo de um poço sem fundo que se dizia ser a porta do inferno para esconder os demônios dentro.

Portões do Inferno - Castelo de Houska - Praga, República Tcheca
Portões do Inferno – Castelo de Houska – Praga, República Tcheca

Pessoas da época foram testemunhas de criaturas voadoras escuras emergindo do fosso e criaturas metade homem metade animal também.

Alguns dos presos receberiam o perdão se concordassem em descer (amarrados a uma corda) e relatar o que viram. Diz a história que uma alma corajosa decidiu fazê-lo, em questão de segundos e depois de gritos estridentes, ele envelheceu 30 anos quando o puxaram de volta e seu cabelo ficou completamente branco.

Desde que o castelo de Houska foi construído, um concreto muito espesso cobre o buraco onde estariam os portões do inferno.

10. Lago Avernus- Região da Campânia ao sul da Itália

Portões do Inferno - Lago Avernus- Região da Campânia ao sul da Itália
Portões do Inferno – Lago Avernus- Região da Campânia ao sul da Itália

O Lago Avernus é um lago de cratera vulcânica onde romanos acham esconder um dos vários portões do inferno, ou seja, a entrada para o submundo de Hades. Debaixo do lago, encontra-se uma caverna que seria a entrada para o submundo (de acordo com os romanos).

Ainda com os perigos que cercam o lago, os romanos se estabeleceram em torno dele e construíram uma cidade. Agora o lugar ainda está de pé, mas está quase isolado, já que as pessoas afirmam ouvir sons inexplicáveis ​​e ver sombras escuras saindo de suas águas negras.

E aí, você está pronto para visitar esses 10 Lugares pelo mundo onde estariam localizados Os Portões do Inferno?

COMPARTILHE ESSE POST
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest