As Crianças dos Trilhos

por Mundo Sombrio
202 visualizações
as crianças dos trilhos lenda americana mundo sombrio
Continua após a publicidade..

A lenda das Crianças dos Trilhos emergiu da sombria cidade de San Antonio, no estado do Texas (EUA), onde aterrorizantes acontecimentos remontavam às décadas de 1930 e 1940. Conta-se que um ônibus escolar repleto de inocentes crianças sofreu uma pane fatal e acabou imobilizado sobre os trilhos do cruzamento ferroviário. Desesperado, o motorista tentou retirar o veículo do caminho, mas a morte se aproximava rapidamente: um trem em alta velocidade avançava, sem piedade, colidindo de forma catastrófica com o ônibus. As almas das crianças foram ceifadas naquele fatídico acidente.

Anos mais tarde, uma família desavisada passava pelo mesmo local quando seu carro, misteriosamente, ficou avariado nos trilhos. O motorista, em desespero, tentou desesperadamente dar partida no veículo, mas foi em vão. Então, de forma sobrenatural, como se um arrepio gelado percorresse suas espinhas, o carro inerte começou a se movimentar, como se “alguém” ou “algo” invisível o estivesse empurrando. Os olhos arregalados dos ocupantes testemunharam, atônitos, o carro sendo resgatado dos trilhos, parando a uns vinte metros do ponto fatal.

Tremendo, o motorista deixou o veículo, tentando entender o inexplicável, mas tudo o que encontrou foi a escuridão e o vazio da noite. Não havia vestígios de qualquer ser ou presença além da marca deixada por pequenas mãos e dedinhos na traseira do carro. Como se crianças invisíveis tivessem gentilmente empurrado o veículo para a segurança. O destino daquela família foi alterado por mãos sobrenaturais.

Histórias similares se multiplicavam, alimentando o mito, espalhando o medo. Pessoas que tiveram seus carros imobilizados nos trilhos relatavam que, de alguma forma inexplicável, os veículos eram libertados da iminente tragédia por forças além da compreensão humana. As marcas de “mãozinhas e dedinhos” gravadas na traseira dos automóveis que atravessaram os trilhos se tornaram a prova tangível de que o inexplicável coexistia com o mundo físico.

Continua após a publicidade..

A lenda foi passando de boca em boca, amedrontando os moradores da região. O cruzamento ferroviário tornou-se um destino curioso para os corajosos, um espetáculo macabro para os curiosos e uma atração turística para os incautos. O cenário antes sombrio agora era adornado com turistas, talcos de bebê, cachorros-quentes e outras quinquilharias.

Em maio de 2002, Maiquel Hartmann e sua esposa Amy, acompanhados do casal de amigos, Andy e Debbie, decidiram explorar as profundezas do terror em San Antonio. Guiados por rumores, encontraram o mercado público da cidade, onde uma tenda sombria oferecia informações sobre as áreas assombradas, incluindo o cruzamento ferroviário macabro. A curiosidade e o medo os impulsionaram a enfrentar o desconhecido.

No entardecer, perderam-se em um labirinto de ruas estreitas e escuras, até finalmente alcançarem o ponto sombrio. A atmosfera pesada que pairava sobre eles indicava que estavam no lugar certo. A outrora assustadora cena, agora transformada em espetáculo turístico, não abalou sua resolução. Entraram na fila, mas antes de passar pelo teste do destino, garantiram que o carro estivesse imaculado, sem traços de contaminação que pudessem ser confundidos com as sobrenaturais marcas.

O ritual foi seguido à risca. O carro da frente começou a se mover inexplicavelmente, como se empurrado por forças invisíveis. A ansiedade aumentou, e Debbie capturou a cena em uma foto, sem perceber o que estava prestes a testemunhar.

Chegou a vez deles. Andy, o motorista, estacionou a uma distância segura dos trilhos, desligou o motor e deixou o freio de mão solto. Em um silêncio sepulcral, o carro aguardou sua misteriosa travessia. O suspense e o arrepio na espinha tomaram conta do grupo. O medo se materializou quando o carro começou a se mover por si só, como se guiado por forças inumanas.

O coração de Maiquel batia descompassado, o terror o consumia enquanto o carro cruzava os trilhos, ganhando velocidade. Parecia uma jornada sem retorno, conduzida por entidades invisíveis e vingativas. Porém, no ápice da apreensão, o veículo parou abruptamente, retornado ao controle dos vivos.

O alívio se misturou ao choque, mas a prova de sua inquietante experiência estava na traseira do carro. Mãos e dedos invisíveis haviam deixado sua marca, estampando a verdade sombria daquela noite.

Continua após a publicidade..

Na viagem de volta para o hotel, o silêncio imperou no carro, cada um afundado em seus pensamentos. Mais do que nunca, acreditavam que o sobrenatural entrelaçava-se com a realidade, um aviso perturbador de que o desconhecido se manifestava nos recantos mais sombrios.

A lenda das Crianças dos Trilhos havia se transformado em um conto sombrio, gravado não apenas na traseira de um carro, mas também nas mentes perturbadas daqueles que testemunharam a fronteira tênue entre o mundo dos vivos e o reino dos mortos. Além de turistas curiosos, eles haviam se tornado parte da sinistra narrativa, provando que, mesmo em nossos dias, o terror ancestral espreitava, aguardando o momento de se manifestar.

San antonio1 • mundo sombrio
Foto tirada antes do início do trajeto com o carro desligado (o círculo indica um suposto “vulto” observando o carro)
San antonio6 • mundo sombrio
Marcas de dedos e mãos na traseira do carro
Perfil mundosombrio face 3 com letra fundo preto 1 scaled • mundo sombrio
Mundo Sombrio

Histórias de Terror, Lendas Urbanas, Creepypastas, Relatos Sobrenaturais, Vídeos e muito mais. Mundo Sombrio: O Melhor do Terror para Você!

Siga-nos no Instagram e no Facebook também!

Escolhidos Para Você

Deixe um Comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados pelo Mundo Sombrio.

sitemundosombrio@gmail.com

Mundo Sombrio © 2015 Todos os Direitos Reservados

Bloqueador de Anúncios Detectado

Os anúncios nos ajudam a manter o site no ar e trazer sempre mais terror para vocês. Por favor, desative o seu bloqueador de anúncios!