Wendigo | A Besta Insaciável por Carne Humana

wendigo-mundo-sombrio

O Wendigo é uma criatura horrível das lendas dos nativos americanos algonquianos que devoram carne humana para sobreviver a um inverno rigoroso. Mas eles são apenas mitos, ou existem humanoides realmente canabilísticos esperando nas florestas pela próxima vítima? 

Os algonquianos são alguns dos grupos mais extensos e numerosos de nativos americanos da América do Norte e já viveram por toda a costa atlântica e na região dos Grandes Lagos. No entanto, criaturas do tipo Wendigo também são encontradas nas lendas de outras tribos nativas americanas, incluindo os vizinhos dos algonquianos, os iroqueses. Entre esses povos, uma criatura conhecida como Stonecoat tem algumas semelhanças com o Wendigo.

A Fome Insaciável de um Wendigo

Traduzida, a palavra ‘Wendigo’ (também escrito Windigo e Windego) significa ‘o espírito maligno que devora a humanidade’. Outra tradução, dita por um explorador alemão por volta de 1860, equipara a palavra ‘Wendigo’ a ‘canibal’. Dizem que os Wendigos têm uma fome insaciável por carne humana – não importa quanta carne eles comam, eles permanecem com fome e sempre querendo mais.

Essa fome se reflete em sua aparência, que, segundo alguns, é extremamente fina. Apesar de seu físico magro, um Wendigo é descrito por alguns como sendo gigantes, medindo cerca de 4,5 m de altura. Embora haja pequenas variações quanto à descrição física dessa criatura entre os diferentes povos algonquianos, é geralmente aceito que os Wendigos tem olhos brilhantes, presas longas e amareladas e línguas longas. Diz-se também que a maioria dos Wendigos tem pele bastante amarelada, embora outros digam que estão emaranhados com cabelos ou com pele em decomposição.

The Wendigo Diana Franco
Wendigo: Por Diana Franco

As lendas dizem que os Wendigos já foram seres humanos um dia. De acordo com a versão mais popular da história, um Wendigo é formado sempre que um ser humano recorre ao canibalismo, mesmo que tenha sido por questão de sobrevivência. Então, segundo a lenda, uma pessoa consome a carne de outro ser humano, acredita-se que ela é tomada por espíritos malignos e transformada em um Wendigo.

Leia Também:  Bloody Mary

O Primeiro Wendigo

Em outra versão da história, diz-se que o primeiro Wendigo foi um guerreiro que fez um acordo com o Diabo. Para salvar sua tribo, ele desistiu de sua alma e foi transformado em um Wendigo. Quando a paz se seguiu, não havia necessidade de uma criatura tão temível, então o guerreiro foi banido de sua tribo e forçado a viver na marginalidade.

Alguns acreditam que a parte humana continua a residir no Wendigo, especificamente onde seu coração deveria estar. Essa pessoa está congelada, e a única maneira de matar um Wendigo é matar o humano dentro dele também. Algumas lendas afirmam que a pessoa congelada pode ser resgatada com sucesso de dentro da criatura; na maioria dos casos, porém, a morte é a única maneira de libertar uma pessoa do Wendigo.

Acredita-se que os Wendigos perambulam pelas florestas onde os algonquianos viviam, e há rumores de que os habitantes das florestas que desapareceram ao longo dos anos foram devorados por essas criaturas. Muitos avistamentos de Wendigos foram relatados ao longo do tempo, não apenas pelos nativos americanos, mas também pelos colonos brancos.

wendigo floresta mundo sombrio

Por exemplo, entre o final dos anos 1800 e 1920, um Wendigo teria aparecido perto de uma cidade chamada Roseau, no norte de Minnesota. Alega-se que cada vez que uma criatura era avistada, uma morte inesperada acontecia. Os avistamentos, no entanto, finalmente pararam e as coisas voltaram ao normal.

Entre os Cree, há uma dança tradicional chamada ‘Wihtikokansimoowin’, ou ‘dança semelhante ao Wendigo’. Durante a dança, o temível Wendigo é retratado satiricamente pelos dançarinos. Além de satirizar os Wendigo, alguns nativos americanos se tornaram ‘caçadores de Wendigo’. A crença no Wendigo forma apenas uma pequena parte da crença americana no sobrenatural, com 1 em cada 8 americanos tendo admitido uma leitura psíquica, de acordo com o Psychic Guild.

Leia Também:  O Sétimo Celeiro [Lenda Urbana]

Um pouco sobre os Cree

Cree ou Cri é um grupo étnico algonquino nativo da América do Norte, que habitava desde as montanhas Rochosas até o oceano Atlântico, tanto nos Estados Unidos da América quanto no Canadá. Hoje constitui o maior grupo indígena do Canadá, com uma população superior a 200 mil membros.

A língua cree era a mais falada na América do Norte, sendo que nos dias de hoje nem todos os crees a falam fluentemente.

No início do século 20, um homem Cree de 87 anos chamado Jack Fiddler foi julgado pelo assassinato de uma mulher Cree. Enquanto se declarava culpado do crime, ele se defendeu dizendo que a mulher estava prestes a se transformar em um desses monstros, pois estava sendo possuída pelo espírito maligno. Portanto, ela teve que ser morta antes de matar outros membros da tribo. Além dessa mulher, Fiddler afirmou ter matado pelo menos 13 outros Wendigos durante sua vida.

Jack Fiddler o caçador de wendigos mundo sombrio
Jack Fiddler

Aqui está um vídeo que descreve um suposto avistamento de Wendigo (aqui chamado de ‘Rake‘). (Aviso: pode não ser adequado para espectadores sensíveis):

COMPARTILHE ESSE POST

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no tumblr

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Posts Recentes

Scroll Up